LMS – Volume 22, Capítulo 1: As Bolsas das Sereias

Segue o primeiro capítulo do volume 22, que eu sei que muitos estavam aguardando. Esse capítulo tem 5.344 palavras em inglês, o que resultou em 5.887 palavras em português, com as adaptações e notas.

Esse volume 22 tem apenas 8 capítulos, o que significa dizer que os capítulos são maiores e, consequentemente, demorarei mais tempo para lançar tais capítulos.

Para vocês terem uma ideia, os próximos dois capítulos têm 9.712 e 8.770 palavras, respectivamente, o que significa mais de 10k e 9k palavras em português. Além disso, o último capítulo tem mais de 8.000 palavras e os demais tem todos mais de 4.300 palavras. Em razão disto, não tem como eu dar uma previsão de lançamento para eles.

Qualquer erro de digitação/português/tradução avisem nos comentários para que eu possa corrigir.

Versão em .pdf1: [LMSNovelBR] Volume 22 – Capítulo 1 – As Bolsas das Sereias (nota integrada)

Versão em .pdf2: [LMSNovelBR] Volume 22 – Capítulo 1 – As Bolsas das Sereias (nota rodapé)

Segue o capítulo abaixo:

——————————————–

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

capa-v22c01

Volume 22

CAPÍTULO 1 – As Bolsas das Sereias

            Eles estavam finalmente alcançando o alto mar para retornar para Morata depois da aventura em Las Phalanx!

            Golfinhos, que simbolizam boa sorte, bem como milhares de pássaros e um grupo de sereias estavam seguindo o navio que Weed estava navegando. Bellotte estava tocando uma melodia reconfortante e Hwaryeong estava dançando a melodia de forma sexy. Ela estava certamente fazendo um bom trabalho para atrair os olhares das sereias. Os animais marinhos estavam se reunindo atrás do navio em razão disso.

            “Wow, que bonito”.

            “Eu posso ver diretamente através da água do mar. Oh meu Deus, olhe para a tartaruga nadando lá embaixo”.

            Romuna e Surka exclamaram quando elas viram o lindo mar espumante através do qual eles estavam navegando. Tal visão fazia qualquer um querer mergulhar diretamente dentro dele.

            Um pequeno e bonito cardume de peixes perambulava embaixo do navio e eles podiam ver lagostins, camarões e outros crustáceos rastejando através de água. Uma beleza indescritível e colorida jazia abaixo deles, consistente de algas marinhas crescendo sobre os pedregulhos, moluscos e centenas de outros organismos.

            Todos os membros do grupo estavam agarrados na borda do convés, ocupados maravilhando-se com a visão do mar.

            “Olhe para aquilo saltando. Wow!”

            Como se para se exibir, os golfinhos pularam para fora da água e as sereias estavam nadando com movimentos fluídos.

            Weed mordeu seus lábios.

            “Eles parecem tão deliciosos!”

            Toda vez que ele olhava para os animais marinhos, ele constantemente se lembrava de inúmeros pratos de frutos do mar.

            Juntar em uma panela quente todos os ingredientes e fervê-los dentro não produz o melhor prato de frutos do mar?

            Contudo, Weed queria acreditar que ele tinha um pouco de decência.

            As sereias eram de uma raça marinha que era similar aos humanos. Elas possuíam inteligência elevada e a comunicação era possível graças as suas habilidades linguísticas, mas mais importante, todas elas tinham a aparência de lindas mulheres, uma raça pura e pacífica. Então, como eles poderiam abater essas sereias impiedosamente? Isso era simplesmente inaceitável.

            Desta forma, Weed decidiu fazer alguns negócios.

            “Agora, agora! Um dia como hoje não virá novamente. Todo mundo faça as suas escolhas. É a época de descontos! Há muitas roupas novas e bonitas aqui”.

            As sereias desconfiavam dos humanos e sempre ficavam em alerta máximo ao redor deles.

            “Alguma coisa está cheirando mal”.

            “Um cheiro desagradável, assim como o de um morto-vivo”.

            Era de fato verdade que Weed exalava um cheiro estranho depois de ter jogado como um Lich. Contudo, ele foi capaz de atenuar as suspeitas das sereias, visto que o seu atributo Fama, o qual ele ganhou através de incontáveis esculturas e incumbências, estava muito alto.

            As sereias subiram a bordo do navio, sendo incapazes de confiar em qualquer humano além de Weed!

            Weed exibiu as roupas que ele estava fazendo a partir de couro de Tair Badgers e Bollards, o qual ele conseguiu em Las Phalanx. Ele também mostrou bolsas, brincos de conchas e anéis de pedras marinhas e começou a vende-los para as sereias.

            ‘Sereias ainda são mulheres e roupas definitivamente podem ser vendidas para elas’.

            Quando ele trouxe alguns pijamas para a sua avó enquanto ela estava hospitalizada, ela o elogiou por trazer um de cor rosa com estampa florida, ao invés de um de cor cinza fosco.

            “Essas bolsas são até mesmo úteis no mar! Vocês podem ficar para trás comparadas as outras mulheres se vocês não possuírem pelo menos uma ou duas bolsas. Ter uma boa bolsa tornará a viagem mais agradável”.

            Enquanto isso, Mapan estava se culpando por ter uma mente fechada.

            “Ah…. como esperado!”

            Poder-se-ia dizer que as sereias eram uma raça que vivia no mar e que, definitivamente, poderiam se tornar clientes. Além disso, era da ideologia de Weed dividir as pessoas em presas ou clientes sem variações!

            “Eu ainda tenho tanto com o que trabalhar para alcançar as habilidades comerciais de Weed”.

            Os cabelos das sereias balançavam como algas do mar umedecidas, enquanto elas folheavam a seleção de itens de Weed.

            “Eu gosto deste aqui”.

            As vozes das sereias tinham um tom sereno que ecoava na cabeça dele, elas eram vibrantes e nítidas como o badalar de sinos. Ouvir as vozes era como um sinal de que elas estavam se tornando mais receptivas em relação a ele. Com isso, Weed rapidamente processou os números em sua cabeça como um computador top de linha:

            “Isso será 1.520 moedas de ouro, mas já que ela se adequa tão bem em você, eu lhe darei duas peças de roupa pelo preço de uma. Por que você não tenta este chapéu também? Seria uma grande lástima se você não tentar usá-lo, visto que ele combina tão bem com você. Acredite em mim, eu não estou tentando enganar uma linda sereia como você, eu apenas quero ajudar a trazer o melhor de você”.

            Uma grande técnica de venda ao utilizar o elogio, a inflação e a quantidade!

            A sereia inclinou a sua cabeça para a esquerda e para a direita, como se ela não pudesse compreender o que ele tinha acabado de dizer.

            “Ouro? Essa é uma coisa necessária para ter estas roupas?”

            As sereias eram de uma raça inocente que geralmente não perguntava as coisas. Elas mantinham grande interesse no mundo humano, mas não eram bem informadas em razão de sua natureza reservada.

            “Ouro é necessário para realizar o comércio entre humanos”.

            Tirando uma velha moeda de ouro do Império Niflheim de seu bolso, Weed a mostrou à sereia.

            “Você tem qualquer moeda de ouro como esta? Se não, eu ficarei mais do que feliz em trocar por joias, antiguidades ou qualquer outro equipamento”.

            Se as sereias não tivessem dinheiro, então estabelecer uma transação seria impossível. Todavia, Weed não se importava de qualquer modo se ele não pudesse vender os objetos devido a barreira da raça.

            Deve haver pelo menos uma ou duas lendas circulando no mar, entre as quais a possibilidade de haver inúmeros naufrágios na área após a passagem de uma tempestade feroz e estas sereias devem ter testemunhado tais ocorrências várias vezes.

            Mesmo livros ilustrados contam tais lendas, como a história de uma sereia que desnecessariamente salvou um príncipe a partir de um barco afundando.

            “Por favor, espere um momento”.

            As sereias, que já haviam escolhido seus itens, pularam no mar e, depois de um longo período de tempo, ressurgiram carregando sacos de ouro. Algumas sereias voltaram até mesmo com algumas antiguidades bem velhas. Havia especialmente objetos feitos de cerâmica, ouro, armas e armaduras, velhos mapas e até mesmo pingentes mágicos!

            “Hmmm, eu não tenho certeza se eu serei capaz de revender tais objetos em razão da ferrugem. Eu estarei realmente assumindo uma perda ao trocar meus itens com estes objetos…, mas já que estas roupas combinam com todas vocês tão bem, eu concordarei com isso”.

            “Obrigada”.

            Weed foi capaz de enganá-las por uma quantidade satisfatória.

            Essas sereias, que viviam no mar distante, certamente não eram criaturas com baixa inteligência. Não apenas elas tinham o controle sobre os animais marinhos, todos os naufrágios eram tomados por elas. Não havia clientes melhores do que elas.

            “Eu não acho que esta daqui serve em mim”.

            Algumas das sereias balançavam suas cabeças e colocavam as roupas de volta no lugar depois de tentarem vesti-las. Este tipo de acontecimento era muito comum, onde a textura ou o formato das roupas não se adequavam às compradoras, visto que as roupas na posse de Weed eram feitas para humanas. Toda vez que algo como isto acontecia, Weed assumia uma expressão preocupada e pegava de volta as roupas.

            “Agora estas roupas têm os traços persistentes da sua beleza esfregadas nelas… então seria incrível se vocês as comprarem de qualquer maneira”.

            Suas palavras de elogio voavam como se ele estivesse recitando uma lista de eventos de sua agenda e, desta forma, Weed foi capaz de vender sem dificuldade as roupas feitas a partir do couro dos monstros de Las Phalanx.

            Sempre havia a opção de leva-las de volta para Morata e vende-las lá, mas vender itens do tipo armadura não era lucrativo, por causa dos padrões lá estabelecidos. Então, Weed foi capaz de colher um lucro maior ao vende-las para as sereias. É claro, também havia algumas sereias pobres.

            “Vocês não têm qualquer dinheiro?”

            “Não, nós não temos nada”.

            As jovens sereias, que pareciam ser não mais do que garotinhas, estavam andando para cima e para baixo em pesar.

            Weed gostou dessas jovens sereias, apesar de tudo elas eram clientes em potencial.

            Um bom comerciante deve ser capaz de vender enquanto entende as necessidades de seus clientes. A última coisa que Weed queria fazer enquanto vendia estes itens era forçar os fracos a comprar qualquer coisa dele. O ponto fraco que ele tinha por essas clientes o fez querer dar descontos ou ofertas especiais para elas.

            “Eu posso ver que você já comprou este item!”

            “Este é um item exclusivo em todo o continente que foi feito especialmente para você!”

            “Esqueça sobre a sua vida até agora, você renascerá tão logo você possua essa bolsa”.

            “Vamos ver quão bem você ficará ao comprar esta bolsa!”

            ‘É esta motivação que conduzirá a minha fala mansa!’

            Os pensamentos de Weed eram refletidos por suas ações e palavras, então as sereias não tinham escolha a não ser se agarrarem às bolsas.

            Dirigindo-se às jovens sereias, Weed falou tão docemente quanto ele pôde:

            “Ei, vocês garotas podem chorar, correto?”

            “Bem, nós geralmente não choramos, mas apenas às vezes”.

            “Coletem algumas de suas lágrimas para mim e então eu deixarei que vocês tenham as bolsas”.

            “Nós entendemos”.

            As lágrimas das sereias eram itens raros, visto que se deixa-las cristalizar elas se transformarão em pérolas e, depois de manufatura-las, não haverá nada que possa ser comparado a elas. As pérolas feitas a partir das lágrimas eram verdadeiramente os tesouros do mar, as quais renderiam elevada fama e estatísticas de comércio quando vendidas no continente!

            Weed até mesmo contou algumas histórias para as jovens sereias, como um tio amigável:

“Era uma vez um príncipe que vivia em um reino chamado Nephyllos.

Alto, bonito e bem-educado como ele era, todas as mulheres naquele reino não podiam evitar de se apaixonarem por ele.

Aquelas damas ficavam satisfeitas ao simplesmente observar o príncipe onde quer que ele andasse ao redor das cidades, pois elas podiam literalmente ver o príncipe delas brilhar graças às roupas elegantes que ele vestia.

Uma dama chamada Helen, que vendia maçãs no mercado, também amava o príncipe. Ela era uma dama inocente, cujo sorriso era muito fofo. Todavia, ela não era capaz de expressar aquele sentimento, pois seu trabalho era fazer de tudo, ganhando a vida ao realizar trabalho doméstico sob a supervisão de sua mãe adotiva, visto que a sua mãe biológica tinha morrido recentemente em virtude de uma doença.

Ela frequentemente acordaria para colher maçãs de madrugada e não era capaz de retornar para casa até tarde da noite, somente depois dela já ter terminado de vender todas as maçãs. Tudo enquanto consumia maçãs deformadas e verdes, que não podiam ser vendidas, para reservar as boas e maduras.

“Maçãs frescas. Vendo maçãs maduras”.

As maças que Helen vendia eram tão doces quanto mel, visto que refletiam o coração dela. Mesmo os espíritos da floresta abençoavam as maçãs que ela colhia e quando elas ficaram populares e mais pessoas queriam compra-las, Helen teve que acordar ainda mais cedo para colhê-las.

Mesmo o príncipe, que estava andando naquele momento, visitou a loja de maçãs.

“Jovem senhorita, você tem que pagar os seus impostos regular… não, eu vim aqui depois de ouvir excelentes elogios sobre as maçãs deliciosas que você vende”.

Então Helen limpou uma maçã bem madura com uma toalha de chá e a deu para o príncipe. Depois de comer a maçã de uma maneira satisfeita, ele disse:

“Eu estarei realizando… um baile neste sábado. Contudo, visto que eu ainda não decidi sobre a minha parceira, eu posso convidá-la para se juntar a mim?”

O príncipe tentou pegá-la… não, ele a convidou para um encontro.

Helen não sabia o que fazer, então ela respondeu:

“Me desculpe, mas eu tenho algumas coisas a fazer, então eu não tenho tempo”.

Tudo isso porque Helen tinha meias-irmãs e uma mãe adotiva que a desprezavam.

O príncipe falou novamente:

“Mas você não terá que trabalhar no sábado. Todo mundo estará descansando, visto que é o dia do aniversário de Sua Majestade, o rei. Quem está fazendo você trabalhar tanto?”

Não apenas o príncipe era bonito, mas também inteligente. As circunstâncias de Helen eram bem famosas através do reino, então o príncipe estava bem ciente da situação dela.

“Ninguém deveria ser capaz de mandar você trabalhar, visto que eles não podem ignorar a mim, o príncipe”.

A mãe adotiva e as meias-irmãs de Helen ficaram tão pálidas quanto fantasmas. Elas não ousariam manter Helen encurralada e ignorar o aviso do príncipe. Desta forma, eventualmente Helen foi permitida a comparecer ao baile e a data prometida do encontro no sábado chegou.

O príncipe gostava desta dama gentil e Helen tinha certeza de que poderia viver uma vida feliz com ele. Contudo, infelizmente, Helen não foi capaz de comparecer ao baile, só porque ela não tinha uma bolsa boa para ir”. (NT = Nota barafael: kkkkkkkkkkk esse Weed é foda)

            Uma história de qualidade inferior que ele inventou no local!

            As jovens sereias atingiram o pico de suas emoções e começaram a chorar.

            “Whaaaaaaa”.

            *Sniff* (NT = Nota barafael: fungada em razão do choro)

            Weed diligentemente reuniu em uma garrafa as lágrimas que caíram no convés. Em troca pelas lágrimas, as roupas, bolsas e acessórios de Weed venderam como água. Excluindo os itens que ele venderia normalmente, ele foi capaz de arrancar um lucro de, pelo menos, mais de 35.000 moedas de ouro!

            As antiguidades recebidas das sereias apenas poderiam ser verdadeiramente avaliadas no continente. As espadas enferrujadas que não podiam sequer ser sacadas eram inúteis, mas elas poderiam ser derretidas para criar outras armas.

            Os trabalhos artesanais das sereias ou seus acessórios poderiam alcançar um elevado preço no continente. As 35.000 moedas de ouro eram a estimativa mais baixa de lucro, então o lucro dele para aquele dia foi astronômico.

            “Obrigada, eu usarei bem isso”.

            “Voltem sempre que vocês quiserem”.

            “Eu voltarei amanhã”.

            “Então eu terei uma grande quantidade de novos produtos esperando por vocês”.

            Vestidas em roupas de couro, chapéus e segurando bolsas, elas pularam dentro do mar.

            Os jogadores frequentemente invejavam as ricas sereias, mas eles eram incapazes de ataca-las. De acordo com as lendas do Continente de Versalhes, as sereias eram as crianças do Deus do Mar, bem como amigas dos Dragões Marinhos. Desta forma, caçá-las traria uma retribuição divina sobre os caçadores. Além disso, visto que elas tinham autoridade sobre os animais marinhos, irritá-las traria dores de cabeça.

            Contudo, ao contrário, Weed recebeu o agradecimento delas. Isso se deu porque ele se manteve fiel aos seus princípios de explorar seus clientes enquanto os satisfazia ao mesmo tempo.

            “As sereias também são mulheres, então elas deveriam gostar de sapatos, mas que pena. Eu poderia ter vendido novos sapatos de salto por preços realmente caros… eu já sei, eu farei alguns pés de pato e os venderei!” (NT = Nota barafael: vender sapato de salto para sereia já é sacanagem kkkk)

            Weed estava ocupado tentando corromper aquelas inocentes sereias.

            Quer fosse na terra ou no mar, as pessoas eram vitimadas por onde quer que Weed passasse!

***

            Navegar de volta para a parte Norte do continente, onde Morata estava localizada, foi mais rápido do que a viagem para Las Phalanx, tendo em vista a ajuda do vento e das correntes marítimas.

            O nascer e o pôr do sol misteriosos no mar e uma voz cantando à distância que podia ser ouvida. Uma jornada no mar é incrível para criar memórias especiais e romance.

            Hwaryeong e os outros membros estavam desfrutando de um raro cruzeiro em um navio ao tomar banho de sol ou ao olhar para a paisagem.

            Yellowy também estava descansando sobre o convés aquecido, deitado sobre a sua barriga.

            “Moooooooo!”

            Eles estavam tendo um descanso enquanto comiam sopa de polvo.

            O touro normalmente não era capaz de comer tal guloseima, mas tudo aquilo seria deduzido do seu pagamento!

            Yellowy fechou seus olhos e descansou confortavelmente. Ele tinha trabalhado duro em Las Phalanx, então agora era o momento de ele descansar.

            Em sua viagem de volta para Morata, o grupo de Weed e as formas de vida esculturais tinham subido a bordo em três navios diferentes. Mas então, apareceu um peixe enorme, parecido com uma ilha, que estava flutuando continuamente atrás deles.

            Este peixe era uma forma de vida escultural que tinha o tamanho de uma palma quando eles saíram de Las Phalanx, mas depois de mergulhar no mar, ele subitamente cresceu em tamanho à medida que consumia recifes e outros peixes. As escamas dele cintilavam junto com a luz do sol e com a água do mar. Julgando apenas pela aparência, parecia que ele possuía uma força gigantesca!

            Devido ao peso dos Wyverns, eles estavam empoleirados em cima da referida forma de vida escultural, seguindo os navios por trás.

            O Wyvern com olhos alongados, o Wyvern-7, escorregou pelas escamas do peixe e caiu dentro do mar, respingando água. Em seguida, ele ressurgiu.

            Mesmo Surka, que amava água, pulou em cima do peixe para apreciar o mar, apesar de ter acrofobia (NT = Nota barafael: medo de altura).

            “Qual é o seu nome?”

            O peixe afundou ligeiramente para baixo da superfície e, em seguida, ressurgiu dizendo:

            “Tartaruga”.

            “Seu nome é tartaruga? Mas você não tem um casco e não se parece com uma tartaruga”.

            “Tartaruga, tartaruga”.

            A forma de vida escultural nominou a si mesma como “tartaruga”. Ele era uma das poucas obras-primas existentes em Las Phalanx, a qual foi esculpida por Latcherry, um escultor que apenas esculpiu criaturas extintas em toda a sua vida.

            O nome original desta criatura era Maleins Airnoto Turtle! Ela era uma tartaruga gigante que vivia no fundo do mar e, quando alcançava a idade adulta, um casco se formaria na área entre a sua cabeça e a sua calda.

            Havia uma grande quantidade de formas de vida esculturais extintas e raras para as quais foi outorgada vida em Las Phalanx, bem como aquelas que possuíam uma aparência artística e bela.

***

            Weed estava costurando botões nas roupas de bonecas. Ele estava anexando olhos às elas e este trabalho era uma tarefa muito delicada de se fazer!

            Ele estava doente e cansado de fazer isso, mas ele não poderia cometer um único erro quando estivesse costurando botões ou olhos nas bonecas.

            “Eu deveria triturar conchas para fazer os botões. O valor do produto deve aumentar se eu costurar conchas de cores diferentes sobre ele. Obviamente, não haverá qualquer taxa sobre o material e eles venderão bem enquanto tiverem alguma singularidade”.

            Weed acreditava que fazer negócio era tudo sobre diminuir o custo da produção e tirar vantagens dos clientes!

            Ele também verificou alguns mapas velhos que ele recebeu das sereias.

            “Identificar”.

Mapa de Algum Lugar no Mar Planetis:

Um mapa com registros ilegíveis criado e baseado em posições astronômicas, vento e correntes marítimas.

Durabilidade:

3/10

Categoria do Tesouro:

D

            “Um mapa do tesouro, huh?”

            Havia uma boa chance de ele conduzir à tesouros escondidos de piratas ou a um naufrágio, ou ele poderia conter informações sobre um animal marinho valioso. Contudo, era uma pena que o mapa tinha pedaços apagados em razão do envelhecimento.

            “Eu acho que Yurin deve ser capaz de restaurar esse mapa”.

            Map Restore (NT = Nota barafael: Restauração de Mapas) era uma habilidade que apenas aventureiros ou pintores possuíam. Weed obviamente não a possuía. A habilidade de pintura dele estava num nível baixo e ele era capaz apenas de misturar a pintura com suas outras habilidades. Isso ocorria porque ele precisava da habilidade de pintura para colorir as roupas que ele criava, diferente das armaduras, as quais poderiam ser coloridas ao misturar diferentes metais coloridos.

            “Um mapa normal de classificação ‘D’ não traria lucro suficiente sequer para cobrir o esforço necessário para completá-lo”.

            Weed sabia que havia uma variedade enorme de aventuras no mar. Havia pilhas de mapas que ele havia coletado das sereias, bem como mapas que apontavam para localizações com animais marinhos, redemoinhos e cavernas subaquáticas. Havia muitas coisas a serem feitas no mar, assim como havia na terra. Entretanto, aventurar-se no mar com o nível atual em navegação de Weed demoraria muito tempo.

            Tendo a sua mente envolvida em torno de informações relacionadas ao mar, panoramas subaquáticos e rochas, bem como nas correntes de ar, levaria pelo menos de 1 a 2 anos de navegação.

            Ele viajou para Las Phalanx porque ele acabou recebendo o mapa e a incumbência, mas as aventuras no mar eram uma história completamente diferente.

            “Ao invés disso, eu deveria apenas usar esses mapas para fazer roupas”.

            Roupas que motivavam as pessoas a desejar por aventuras. Ele estava fazendo roupas que, na realidade, apontavam em direção a verdadeiros tesouros. Usando o couro e os panos dos velhos mapas, Weed moldou algumas roupas e bolsas.

            “Algumas pessoas sortudas devem encontrar os tesouros de alguma forma”.

            Weed venderia as roupas com o slogan: “Conduzindo em Direção à Tesouros”, de modo que ele não tivesse um prejuízo.

            Não havia muito a se fazer durante a viagem, então Weed transformou todos os mapas marítimos em roupas.

            Zephyr ficou imerso em uma pescaria característica em alto mar, enquanto Pale e Maylon se esconderam da visão de todos os outros e timidamente alimentavam um ao outro com algumas fatias cruas de peixe.

            Hwaryeong e Bellotte primeiro estavam tomando banho de sol junto com Surka e Romuna, mas agora estavam fazendo uma apresentação diante dos animais marinhos.

            Seoyoon tinha estado de pé no convés observando Weed trabalhar, mas agora estava olhando para o mar enquanto se sentava no mastro (NT = Nota barafael: ¬¬).

            O rosto dela não foi visto durante as batalhas em razão do Capacete da Coragem do Guerreiro, que ela estava usando, mas a visão atual do seu cabelo balançando ao vento era algo tirado de uma pintura.

            Ela não conseguia falar com ninguém além de Weed e sequer deixava qualquer pessoa ouvir a sua voz. Ela ainda se sentia desconfortável e tinha muito embaraço restando. Além disso, Weed não podia se aproximar e falar com ela, mesmo que ele pudesse vê-la sozinha.

            “Eu realmente estou em débito com ela pelo que aconteceu em Las Phalanx… eu fui capaz de fazer a missão e lutar contra a Guilda Hermes graças a ela também”.

            Ele estava obviamente muito grato a ela, mas ele não podia tratar Seoyoon como antes, porque ele constantemente se lembrava do pai dela toda vez que ele olhava para ela. A única forma de comunicação entre eles eram olhares ocasionais quando ele passava alguma comida para ela.

            “Eu deveria apenas fazer uma escultura ou algo”.

            Weed reuniu um pouco de água do mar e fez algumas nuvens flutuarem no céu claro.

            Nuvens brancas e escuras.

            O mar era um ótimo lugar para se familiarizar com a habilidade Cloud Sculpting (NT = Nota barafael: Esculpindo a Nuvem/Escultura de Nuvem). A habilidade emitia uma visão tão bela e mistificadora, que se tornaria um tema bastante quente quando eles voltassem para o Continente de Versalhes.

            Seoyoon estava olhando para o céu, enquanto Weed esculpia a escultura de forma muito séria com o objetivo de aumentar as suas habilidades artísticas, mas ele acabou criando uma escultura surpreendente. Ele acabou esculpindo a cena quando eles comeram um pouco de carne grelhada na casa de madeira do instrutor.

            Considerando que era uma escultura de nuvem, ela tinha de ser esculpida rápido para incluir os detalhes, mas a habilidade artesanal de Weed era boa o suficiente para esculpir algo onde as pessoas eram reconhecidas. Contudo, é claro, a peça era sem valor como uma escultura!

            Seoyoon estava usando uma máscara, então era difícil de dizer que tipo de expressão ela possuía, mas Weed suspeitava que ela ficou feliz ao olhar para a escultura de nuvem.

            “As nuvens estão realmente flutuando sobre o mar e os frutos adquiridos nesta área devem alcançar um preço elevado. Eu me pergunto quanto eu farei se eu capturar grandes quantidades de caranguejos gigantes e vende-los no continente. Se eu pescar alguns red sea bream (NT = Nota barafael: https://en.wikipedia.org/wiki/Red_seabream) frescos e desenterrar alguns moluscos na praia…”

            O mar era um armazém para os recursos naturais. Capturar e vender frutos do mar produziria uma grande quantidade de dinheiro.

            “Se eu apenas pudesse especular no mar como eu faria em terra firme”. (NT = Nota barafael: especular no sentido de especulação imobiliária)

            Assim, o grupo de Weed atravessou o mar desta forma e se dirigiu para a parte Norte do continente.

***

            Em Morata alguns usuários vestidos debilmente em armaduras de couro estavam andando ocupadamente ao redor.

            “Sr. Ferreiro, quando a espada longa que eu encomendei estará pronta?”

            “Você poderia me dizer o seu nome?”

            “É Anchovy Stew”. (NT = Nota barafael: Anchova Cozida)

            “Você é o 23º da lista. Eu estou receoso que você terá que esperar em torno de 2 dias”.

            “Ahhhh, não pode ser mais cedo?”

            “Olhe para todas aquelas pessoas que estão esperando”.

            Havia uma fila de clientes alinhados para fazer um pedido ao ferreiro!

            Este não era o único lugar. Ferreiros e Artesãos estavam quase chorando com o número abundante de pedidos.

            “Vendendo Flechas Roxas. Elas são flechas feitas com plantas venenosas a partir da colina próxima à Morata. É melhor você se apressar, porque há apenas 2.000 dessas flechas”.

            “Eu sou um mago habilidoso e estou procurando por um grupo para entrar. Por favor, me convide se você estiver disposto a caçar seriamente em torno de dois dias. Eu também posso conceder um pouco de magia com garantia de duração por três dias”.

            “Nós somos 3 guerreiros que correrão em direção aos monstros ao vê-los. Se houver alguém que queira nos curar, nós podemos nos dirigir às masmorras agora mesmo”.

            “Vendendo 80 Espadas de Flios. Eu as estarei vendendo a um preço fixo e honesto de 150 moedas de ouro”.

            “Usuários que queiram caçar juntos também são bem-vindos”.

            “Precisa de um guia para lhe conduzir às masmorras?”

            A vibração que estava presente por toda parte de Morata!

            As pessoas não estavam hesitantes em anunciar a si mesmas para encontrar armadilhas, aventuras, para caçar ou mostrar a felicidade delas.

            Depois de comprar e vender alguns itens na praça, os usuários formavam grupos e partiam para rastrear masmorras ou para caçar.

            “Por este caminho”.

            “Mooooo”.

            Uma peculiaridade única ao redor deste lugar seria o fato de que era comum ver usuários arrastando pelo menos 1 bezerro junto, mesmo que eles não fossem comerciantes. Montar uma vaca garantia uma velocidade de movimento maior do que andar e também havia a conveniência de ser capaz de carregar a bagagem.

            Além disso, havia uma grande quantidade de casos onde famílias jogavam Royal Road juntas.

            “Eu preciso comprar uma espada longa para meu irmão… eu suponho que deveria vender uma vaca”.

            Visto que as vacas podiam ser vendidas para obter equipamentos, elas se tornaram uma mercadoria necessária para os usuários novos.

            Alguns usuários até mesmo postavam tópicos em fóruns, um dos quais tinha o seguinte título: “Como Crescer em Morata”.

Título: Como Crescer em Morata

Oh, vocês usuários novatos de Morata!

Meu nome é Dellbell, um usuário que começou a partir do Continente Central e finalmente se estabeleceu aqui depois de conseguir uma cabana.

Eu estou escrevendo este artigo para informar aos novatos de Morata sobre algumas coisas.

  1. Apreciem as esculturas:

– Há esculturas em vários lugares que foram criadas pelo Lorde de Morata, que por acaso é um grande escultor.

– Dependendo da sua profissão, ver as esculturas será de grande ajuda para você.

– Realmente é uma grande sorte que não pode sequer ser encontrada no Continente Central.

– Há fadas que perambulam ao redor da Tower of Light (NT = Nota barafael: Torre de Luz) ao cair da noite e clérigos fiéis que podem ser encontrados perto da estátua da Deusa Freya.

  1. Reúna dinheiro suficiente e entre no Salão de Arte:

– O Salão de Arte de Morata pode apenas pode ser encontrado aqui em todo o continente. Ele é um lugar que você deve visitar. Não há nada como ele.

– Os atributos que você receberá neste Salão de Arte durante os seus dias de jogador iniciante serão de grande ajuda.

– Quão bom é o fato de que este Salão de Arte está localizado logo a sua porta, quando os usuários do outro lado do Continente de Versalhes têm que viajar todo o caminho até aqui?

– A taxa de entrada de 3 moedas de ouro é uma grande soma em dinheiro para ser paga pelos jogadores iniciantes, mas você não se arrependerá disso.

– Quando você ver as obras de arte, você realmente começará a respeitar os usuários das classes de escultores e pintores e os tratará muito bem. 

– Não se esqueça, quanto mais obras incríveis houverem no Salão de Arte, mais benéfico ele será para nós.

  1. Não vá muito longe:

– Morata é uma cidade em constante evolução que está crescendo diariamente.

– Não há provavelmente outra cidade em todo o Continente de Versalhes que seja similar a ela.

– Todavia, no lado negativo, há muitas áreas inexploradas na parte norte do continente, apesar dos constantes grupos de exploradores.

– Assim, a sua chance de sobreviver é pequena se você tentar perambular muito longe da cidade sem estar apropriadamente preparado.

– Este pode ser um fato bem básico, mas você tem que apenas tomar nota disso, pois há muitos usuários que morreram em lugares ocultos.

  1. Fique perto dos membros de seu grupo:

– Há muitos usuários que estão em níveis similares a você aqui em Morata. Tente se aventurar com eles enquanto você sobe de nível.

– Você pode fazer muitos amigos e mais tarde isso pode ser muito útil.

  1. Escolha livremente a sua profissão:

– A profissão que está sob o holofote recentemente é, sem dúvida, o Elementalista.

– A alegria de caçar com os obedientes Fiery Pebble (NT = Nota barafael: Seixo Ardente) e Dirtman (NT = Nota barafael: Homem Poeira/Sujeira)!

– A aparência dos Elementalistas é muito atraente e extravagante, mas a quantidade de profissões em Morata é tediosa.

– O Lorde de Morata é um escultor, não é? Experimente uma profissão não orientada ao combate tais como as profissões artísticas ou de produção, as quais também devem ser populares.

– Os sacerdotes de Freya podem ser ditos como os melhores para qualquer pessoa.

– Afinal, perambular ao redor do Continente de Versalhes com a profissão que você realmente quer, não é o que você realmente deseja?

  1. Tenha a sua própria casa:

– É fácil possuir uma casa em Morata. Possuir até mesmo uma cabana atrairia o seu coração para mais perto da cidade.

– As casas podem ser usadas para descansar ou para armazenar itens e árvores podem ser plantadas no jardim.

– Tente reunir um pouco de água benta do Templo de Freya depois de concluir uma aventura e plante uma árvore. As árvores podem crescer realmente rápido e carregam uma grande quantidade de frutas.

– Não apenas essas frutas podem ser vendidas no mercado por dinheiro, mas elas carregam as bênçãos a partir da Deusa Freya, de modo que você pode ser beneficiado com o atributo Sorte e outros efeitos a partir delas.

  1. Reúna alguns itens que os moradores precisam:

– Reunir couro a partir de bestas e monstros das áreas ao redor de Morata pode aumentar os pontos de amizade com os seus vizinhos.

– Você pode até mesmo receber bons itens no processo, então esta é uma boa maneira de vende-los para comprar alguns equipamentos para iniciantes.

  1. Usem as Forças de Ordem Pública:

– O artigo está se arrastando, mas esta é a parte mais importante de Morata, bem como sobre o que eu quero mais informa-los.

– Eu já estive em muitos castelos e cidades no Continente Central, mas isto é o que realmente destaca Morata de qualquer outra cidade, junto com os seus avanços artísticos.

– Eu presumiria que o Lorde de Morata tem um elevado atributo de Fama, graças as muitas missões desafiadoras nas quais ele foi bem-sucedido. Além disso, esta cidade está cercada por masmorras e territórios de caça que ainda precisam ser mapeados.

– As forças armadas de Morata têm colaborado continuamente com os sacerdotes da Igreja de Freya para manter a ordem nas áreas circundantes através da subjugação.

– Se você entrar em uma equipe de expedição e caçar diligentemente, os seus pontos de amizade e contribuição aumentarão. Sem mencionar que isso é uma forma vantajosa de aumentar atributos e pontos de experiência.

– Todo mundo deveria saber que o Lorde de Morata, Weed, é muito amigável com os soldados e civis. Coincidências não são tão comuns no mundo. As pessoas que aumentam seus atributos ao apreciar as esculturas deveriam saber quão útil este acúmulo de pontos de atributos é.

– Nós podemos nos tornar como Weed.

  1. Vamos embarcar nas missões:

– Uma grande quantidade de civis espalhados da Região Norte está reunida em Morata e entre eles há aqueles que tem antiguidades históricas e histórias peculiares.

– Se você seguir as missões fornecidas por eles, elas podem conduzir a diferentes missões em cadeia.

– Vamos continuar até o fim das missões ao invés de desistir delas no começo. Nós deveríamos apreciar cada parte deste Continente de Versalhes.

Eu tentei manter este artigo simples, mas eu fui muito longe ao desenvolver algo enquanto escrevia e ele se tornou muito extenso. Se acontecer de você encontrar Dellbell empunhando uma lança em Morata, por favor, diga olá.

            Esta foi uma postagem feita por um ranker de nível elevado que vivia dentro de Morata.

            Dezenas de usuários que eram classificados entre os melhores de Royal Road estavam se aventurando em Morata. Dellbell era um deles e sua postagem tinha atraído mais de 7.000 comentários.

            Iche e Eira eram sacerdotisas de Morata e faziam parte da Igreja de Freya. Contudo, elas também se aventuravam. Embora fosse difícil, até mesmo sacerdotes poderiam participar de grupos de caçada. Essa era a melhor profissão para se ter quando se estivesse lutando junto com Cavaleiros Sagrados.

            A sacerdotisa mais velha da igreja falou:

            “Eles dizem que o escultor Weed é uma pessoa confiável e que nenhum pedido é impossível para ele”.

            As Forças de Ordem Pública manifestaram suas opiniões:

            “A Igreja de Freya nunca deixará de agradecer Weed. Ele foi o único que recuperou os tesouros sagrados perdidos da Igreja”.

            “Você deveria saber que o escultor Weed concluiu outra aventura respeitável. Eu gostaria de participar em uma aventura como esta. Mesmo ouvir sobre a sua aventura seria legal”.

            Civis que fofocavam sobre Weed eram muito comuns em Morata. Isso se dava porque ele era o Lorde e as missões que ele concluiu tiveram um grande impacto sobre a cidade.

            “Quão especial este Weed deve ser?”

            “Um homem sem medo e inteligente que nunca desistirá”.

            A paixão por Weed era compartilhada não apenas por Iche e Eira, mas por todas as usuárias do sexo feminino de Morata.

____________________________________________________________________

Tradutor: barafael

Revisão/Adaptação: barafael

Formatação: barafael

Edição: barafael

Fonte da tradução: https://drive.google.com/drive/folders/0B5_bgdFhZ64YMnRhaU14NmJqeU0

____________________________________________________________________

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

Anúncios

26 comentários sobre “LMS – Volume 22, Capítulo 1: As Bolsas das Sereias

  1. Mapan é um principiante comparado as habilidades de comércio e negociação de Weed, a habilidade de negociação dele é tão grande que ele seria capaz de vender sapatos pra um cara que nem possui pés.
    A história da bolsa que ele contou pras sereias foi a melhor kkkkk

    Curtido por 2 pessoas

  2. Obrigado pelo capítulo!
    O Weed contando a história foi a melhor parte ahhahahahahahhaha

    “Mesmo o príncipe, que estava andando naquele momento, visitou a loja de maçãs.
    ‘Jovem senhorita, você tem que pagar os seus impostos regular… não, eu vim aqui depois de ouvir excelentes elogios sobre as maçãs deliciosas que você vende’.”

    E o excelente final da história.

    UauahahajhauAhahau

    Curtir

  3. O Weed realmente caprichou na mascara que ele apresentou pro publicohein e ninguém sequer imagina o que ele tem por trás de toda essa inteligência e “persistência sobre-humana” etc, kkkkkkkk
    Obrigado pelo cap

    Curtir

  4. é legal ver as mudanças que vão ocorrendo em morata com o tempo, conforme o weed vai investindo em algumas coisas! com toda essa inteligencia de weed, era impossível ele ter sido tão pobre!
    se der 1 real a ele… não duvido que ele transforma esse 1 real em milhões KKK…
    Muito obrigado pelo capítulo \o/

    Curtir

  5. nossa que saudades, estava numa agonia essas semanas, so vendo capitulos que ja li T-T, e que capitulo absurdo uma aula de negocios com weed. e nossa a seyoon sentada no mastro pensei besteira quando li asuashuahsuasa, e agora ele esta ficando cobiçado por todas as mulheres O.O estou muito hypado ate o proximo

    Curtir

  6. “Jovem senhorita, você tem que pagar os seus impostos regular… não, eu vim aqui depois
    de ouvir excelentes elogios sobre as maçãs deliciosas que você vende”.

    ashaushaushaushaus essa historia dele kkkkkkk pobre sereias aos olhos de weed somente peixes lucrativos kkkk

    quero logo ve os upgrade que morata vai ganha

    obg pelo cap o/

    Curtir

  7. Primeiramente, gostaria de agradecer mais uma vez pela tradução.

    Em seguida, gostaria de fazer um questionamento:

    Pelo visto, no sistema do jogo, todas as atividades que são frequentemente executadas, podem evoluir para uma habilidade, que vai evoluindo conforme praticada.

    Muito tem se falado sobre a habilidade superior de Weed sobre as negociações. Além disso, a comercialização de itens, produção, venda, compra, etc… é uma tarefa que Weed executa constantemente e com muita dedicação.

    Entretanto, eu não me recordo de ser comentado sobre o nível e/ou a evolução da habilidade de negociação de Weed. Em alguns capítulos anteriores, falou-se que Mapan já está com sua habilidade evoluída além do nível avançado, se não me engano. Neste capítulo em questão, mostrou que a habilidade de Weed seria até mesmo superior à de Mapan… alguém poderia comentar sobre isso?

    Desde já agradeço.

    Curtir

    • Acredito q não exista uma habilidade propriamente dita de negociação q tem nível, pois a negociação em si não pode ser facilmente medida, pois vc pode fazer uma negociação complicada e difícil no nível baixo e uma fácil no nível alto. Eu acho que a habilidade de negociação e aqui eu falo de “habilidade” não como uma skill, mas sim como uma capacidade está presente a todos os jogadores e n tem nível, a diferença é que para os jogadores normais eles ganham fama numa negociação difícil e os comerciantes ganham fama e xp

      Curtir

      • Concordo com você. Contudo, pelo elevado número de transações que Weed faz, acredito que seria sensato dizer que ele deveria ter alcançado a habilidade avançada em comercialização, assim como o Mapan tem, por ser um comerciante por profissão. Talvez não no nível avançado, mas, pelo menos o nível intermediário. Mas, por outro lado é algo que apenas o autor poderia dizer… penso eu.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s