LMS – Volume 2, Capítulo 3: O Tesouro Perdido do Templo

Qualquer erro de digitação/português/tradução avisem nos comentários para que eu possa corrigir.

Versão em .pdf1: [LMSNovelBR] Volume 2 – Capítulo 3 – O Tesouro Perdido do Templo (nota integrada)

Versão em .pdf2: [LMSNovelBR] Volume 2 – Capítulo 3 – O Tesouro Perdido do Templo (nota rodapé)

Segue o capítulo abaixo:

——————————————–

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

capa-v02c03

Volume 2

CAPÍTULO 3 – O Tesouro Perdido do Templo

            “Boa sorte, Weed-nim”.

            “Se você fizer uma estátua parecia comigo, eu lhe recompensarei”.

            Foi decidido que, enquanto Weed fosse esculpir a estátua, seus companheiros de equipe vagariam caçando monstros com outros usuários.

            Um punhado de lizardmen sobreviventes ainda assediava a população local e havia pontos de caça bons ao redor da aldeia.

            Weed já havia se revelado como um escultor, de modo que os outros usuários assumiram que a sua missão estava relacionada à sua profissão e ninguém levantou uma questão sobre isso.

            “Boa sorte”.

            Uma vez que todos saíram, Weed ficou imóvel na praça central da aldeia. Ele notou que havia vários soldados de Rosenheim e aldeões retornando e eles o observavam com olhos esperançosos.

            “Eu deveria encontrar uma rocha”, ele disse para si mesmo.

            Desnecessário dizer que a estátua tinha de ser feita de pedra. Weed estava mais acostumado a esculpir em madeira e era a primeira vez que ele tinha lidado com pedra.

            Felizmente, havia muitas pedras nas proximidades que serviam para o seu propósito. Baran era, afinal, uma aldeia isolada presa no sopé das montanhas.

            A partir das pedras, ele finalmente escolheu uma tão grande que um homem adulto não podia abraçá-la com seus braços.

            “Vamos lá”.

            Weed pegou um martelo e um formão para cortar a rocha.

            *Ting*

Martelo e Cinzel para esculpir:

Eles são um conjunto de itens para esculpir em pedra. Relativamente baratos, eles são maçantes e facilmente quebráveis. Recomenda-se o manuseamento cuidadoso.

Durabilidade:

10/10

Opção Quando Equipado:

Maestria Escultural +1.

            Weed tinha comprado eles na loja de esculturas na Cidadela de Serabourg apenas no caso de serem necessários, embora ele nunca tivesse imaginado que iria realmente utilizá-los na viagem.

            *Clang clang clang!* (NT = Nota barafael: som estridente)

            “A única diferença entre esculpir pedra e a madeira é o material. A escultura é tudo sobre a imagem mental e sobre como dar forma a um objeto a partir da mesma. Tudo o que eu preciso fazer é reproduzir a imagem em minha mente. Isso trará a melhor estátua, a minha própria estátua para fora desta pedra”.

            Weed lidou com a rocha com cuidado. Moldar pedra exige mais tempo e energia do que você sequer pode imaginar. Um pequeno choque em um lugar errado e a rachadura se espalhará por toda a pedra. Uma estátua deve ter longevidade garantida. Gotas de suor inundaram a testa de Weed a partir da concentração e do esforço físico empregados.

            No segundo dia de sua tarefa, a rocha foi cortada muito pouco em comparação com o primeiro dia, Weed não tinha até agora conseguido imaginar a imagem definitiva de uma Deusa.

            A Deusa Freya é conhecida apenas por possuir a maior beleza. Nenhuma criatura viva já tinha visto a sua aparência real e é por isso que os escultores e pintores são desafiados ao criar obras de arte sobre ela.

            Os artistas sempre duvidam como retratar a Deusa Freya para exibir a sua beleza por completo. Por esta razão, ela nunca foi retratada de forma idêntica em pinturas e estátuas.

            Os artistas tinham uma dor de cabeça real sobre esta questão. No entanto, ao mesmo tempo, isso estimulava e desafiava o orgulho e a habilidade deles enquanto artistas.

            Suponha que dois rivais esculpam estátuas ou criem quadros da Deusa Freya, e se a Deusa representada por um for mais bonita que a do outro?

            Habilidades de pintura a parte, a Deusa da beleza é apenas apreciada enquanto ela for a mais bela de todas, então aqueles com a mais bela obra de arte reivindicarão todo o crédito no final.

            ‘Beleza. Eu tenho de esculpir a mais bela Deusa Freya no continente’.

            Esse era o único assunto preenchendo a cabeça de Weed.

            Foi por isso que Romuna brincou que ela queria ser a modelo para a estátua.

            *Claaang! Clang!*

            A velocidade do martelo e do formão trabalhando sobre a rocha estava diminuindo, assim como Weed aprofundava-se dentro de seus pensamentos.

            ‘Como e o que eu deveria moldar nessa estátua?’

            A mente de Weed tornou-se um labirinto emaranhado enquanto pulava de um pensamento ao outro.

            Embora esta profissão de se tornar um escultor não fosse originalmente a sua escolha, acomodar-se em uma atribuição dada a ele era contra a sua índole. Se o trabalho concluído acabasse por ser medíocre, iria ferir o seu orgulho como um escultor. Além disso, a sua fama iria desaparecer, o que ele não podia ignorar nem permitir.

            “Quem eu deveria pegar, quem…”.

            Naquele exato momento, a imagem de alguém ocorreu a Weed.

            “Ela seria…”

            *Clang! Clang! Clang!*

            O martelo e o formão finalmente começaram a ganhar velocidade. A rocha foi gradualmente cortada e o esboço da estátua foi surgindo pouco a pouco. Com os fragmentos de rocha caindo no chão, a estátua começou a mostrar a sua forma.

            A beleza além da dissimulação. Um anjo descido a partir do reino celestial e que aprender a sorrir.

            Seu sorriso envolve o mundo com luz.

            Ela é apenas uma donzela.

            ‘Seoyoon’.

            A estátua que Weed esculpiu era baseada em Seoyoon. Ele tinha olhado para o rosto dela apenas uma vez durante o churrasco na casa do instrutor, mas ele nunca tinha visto nenhuma beleza comparável à dela.

            Mesmo uma estrela de cinema não poderia rivalizar com ela em beleza natural bruta, onde a dignidade misteriosa e nobre havia combinado. No entanto, havia uma falha decisiva para ela: ela nunca sorriu e seu rosto estava vazio de qualquer expressão conhecida. Por outro lado, a estátua estava sorrindo um sorriso sereno.

            Uma dama em roupas de viajante, segurando uma espada.

            Para sua vergonha, Weed tinha se tornado bastante cativado pela estátua que ninguém além dele estava trabalhando sobre ela. Ele tinha pensado que apenas tentaria imitar o rosto bonito de Seoyoon, mas conforme as horas passaram, ele sentiu seu coração pulsando com a visão do sorriso da estátua.

            A estátua, que tinha um encanto misterioso para cativar as pessoas indefinidamente, estava próxima de sua conclusão.

            “Oh meu…!”

            “Olhe para aquilo!”

            Embora apenas o esboço geral estivesse grosseiramente elaborado, os soldados de Rosenheim ficaram presos à visão.

            Até mesmo os aldeões se reuniram, colocando o trabalho de reconstrução de lado, e apreciaram o trabalho de Weed sobre a estátua.

            *Ting*

A estátua da Deusa Freya:

Freya, a Deusa da beleza e abundância, é a Deusa padroeira da Aldeia Baran. Sua estátua ficava na praça central, mas foi destruída por um pinheiro quando uma enchente varreu a aldeia.

Ghandilva o ancião lamenta sobre a destruição da estátua da deusa, e pede-lhe para encontrar um substituto e trazê-la de volta.

 

***

            Um usuário entrou na Aldeia Baran pelo portão. Ela estava vestida com roupas de viajante, mas seu rosto estava escondido por trás de um robe.

            Seoyoon.

            Ela já havia removido o sinal escarlate de assassino de sua testa matando toneladas de monstros e nenhum outro usuário. Assim, o nome dela não emitia mais um claro brilho vermelho.

            ‘Há mais pessoas aqui. É perturbador, eu só quero lutar’, ela pensou frustrada.

            Seoyoon caminhou lentamente e se dirigiu para a casa de Ghandilva para completar sua missão. Em uma mochila encantada que poderia armazenar dez vezes o peso e o volume da sua capacidade original estava uma estátua da Deusa Freya.

            A casa de Ghandilva, que ela não tinha visitado durante meses, tinha sido em grande parte destruída pelos lizardmen.

            No momento em que ela estava prestes a abrir a porta…

            “Você é realmente incrível! A Deusa Freya que você criou é realmente bonita!”

            “Você está me lisonjeando, senhor. A estátua está apenas a meio caminho de ficar pronta”.

            Seoyoon pôde ouvir as pessoas dentro conversando.

            “Eu não posso descrever o quanto eu aprecio você, Weed-nim. Quando a estátua da Deusa for concluída a minha aldeia retomará a sua vida pacífica mais uma vez. Eu nunca esquecerei a sua bondade. Por favor, sirva-se”.

            *Munch munch* (NT = Nota barafael: som de mastigação)

            Agora Seoyoon podia ouvir alguém devorando a sua refeição.

            Lisonjeando o instrutor no Centro de Treinamento… Weed tinha usado o mesmo truque formidável no ancião Ghandilva da Aldeia Baran.

            “……”

            Seoyoon tirou a mão da maçaneta.

***

 

            Dois meses antes, Seoyoon tinha deixado a casa do instrutor e seguido para o Sul.

            Ela tinha vagado apenas nos interiores despovoados e, ocasionalmente, visitava as aldeias isoladas, lutando contra monstros em todo o caminho.

            Montanhas ou covis combinavam com ela enquanto houvesse mais monstros.

            Batalha após batalha.

            Enquanto Seoyoon pudesse lutar, ela poderia esquecer todo o resto. Eventualmente, ela tinha ido para a Aldeia Baran.

            A aldeia tinha estado pacífica naquela época, bem antes de invasão e ocupação dos lizardmen.

            ‘Ufa… O que devo fazer agora?’, ela pensou por alguns instantes.

            Seoyoon tinha visitado a aldeia para comprar comida e dispor de seus espólios ao vende-los no mercado da aldeia. Enquanto ela estava caminhando pelo centro da vila, ela tinha ouvido acidentalmente Ghandilva suspirando.

            O Ancião estava em luto pela estátua destruída da Deusa no local onde ela outrora ficava e com a visão de Seoyoon que aconteceu de passar por ali, ele tinha lhe pedido um favor.

            “Você parece ser a pessoa certa para encontrar um substituto para a estátua destruída da Deusa Freya à minha aldeia! Peço-lhe que conceda o último desejo de um moribundo?”, perguntou o chefe da aldeia.

            *Ting*

Restaure a Estátua da Deusa Freya destruída:

Freya é uma deusa que é amplamente adorada em Rosenheim. Ela é conhecida por governar a fertilidade e a beleza.

A Aldeia Baran é devota de Freya e sempre rezaram pela paz e prosperidade na estátua da cidade até que ela foi acidentalmente destruída.

Requisitos da Missão:

Antes do ancião morrer.

Recompensa:

A gratidão dos aldeões e pagamento.

            Silenciosa como sempre, Seoyoon não poderia pegar a maior parte das missões disponíveis a outros usuários. Assim, ela tinha sido incapaz de construir uma amizade com os NPCs, deixando as missões apenas para os outros usuários, e estava quase cega sobre as informações de segundo plano e sobre a história de Royal Road.

            Tudo o que ela podia fazer em qualquer cidade era vender os itens que ela tinha obtido e comprar itens que ela precisava.

            No entanto, ela acenou para Ghandilva que estava em luto e aceitou a missão.

            *Ting*

Você aceitou a missão!

            A escolha certa para terminar a missão era voltar para a cidade de Serabourg, comprar qualquer estátua feminina lá e trazê-la, mas ela tinha a intenção de encontrar a real.

            Seu destino era a Ordem da Deusa Freya.

            Através Reino Brent, no Norte, e em toda a região Halkos Selvagem no Sudoeste estava a Cidade Livre de Somren.

            A Ordem da Deusa Freya estava localizada lá.

            Seria uma longa viagem de cerca de três meses pela via oficial, mas ela poderia fazê-lo dentro de um mês se ela passasse sobre as montanhas Bark no Oeste.

            Os viajantes de uma mente sã evitavam esta rota porque eles tinham que sobreviver a um enorme número de monstros. No entanto, para Seoyoon, sendo a enlouquecida maníaca por batalhas que era, ela tinha esculpido o seu caminho através das montanhas Bark.

            Ao longo dos incontáveis corpos de monstros, ela tinha chego a Ordem da Deusa Freya e comprado uma estátua da Deusa Freya, a qual chegou a ser aprovada e abençoada pelo Arcebispo Mandolin.

            Para isso, ela gastou a maior parte de suas moedas de ouro.

            “…..”

            Seoyoon se afastou da casa de Ghandilva. No caminho para o portão, ela acabou na praça central da aldeia e lá havia uma estátua de pé que ela não tinha visto antes. Uma estátua ainda-a-ser-concluída da Deusa Freya.

            “Ela não é realmente uma bela deusa, viajante?”

            Uma donzela falou com Seoyoon, mas seus olhos estavam fixos na estátua.

            “Weed, um dos salvadores heroicos de nossa aldeia, está esculpindo a estátua da Deusa para nós. Quando estiver concluída, a minha aldeia vai ficar livre de monstros e viveremos em paz uma vez mais. Eu não posso imaginar o que aconteceria se ele não estivesse aqui por nós…”

            Seoyoon olhou para a estátua de Weed. Ela estava incompleta. No entanto, era muito bela. Era quase deslumbrante para os olhos dela.

            A estátua da Deusa Freya irradiava um esplendor que relaxou os espectadores durante todo o tempo. Ela mostrava um sorriso benevolente e reconfortante.

            Quando ela olhou para a estátua, ela sentiu que aquele sorriso estava transformando o mundo em algo mais brilhante e mais positivo.

            A outra estátua de Deusa Freya que ela tinha trazido era uma obra-prima encontrada na Ordem, era também de um elevado valor estético e tinha uma aura de piedade.

            No entanto, agora que ela olhou para a estátua esculpida por Weed, pensou que a dela era pequena, como o brilho de um vaga-lume em face de um sol nascente.

            “…..”

            Seoyoon olhou para a estátua por mais algum tempo e deixou a Aldeia Baran em silêncio… sem perceber que a estátua feita por Weed foi modelada baseada nela.

***

            *Tremble* (NT = Nota barafael: tremedeira)

            Mesmo Weed que não temia nada sob o sol, sentiu seus dedos tremendo naquele momento. Ele dedicou mais de dez dias de esforço contínuo para este trabalho.

            Desde que a notícia de uma nova estátua de Deusa Freya foi generalizada, um enxame de espectadores havia visitado a Aldeia Baran.

            Além da força punitiva e dos soldados de Rosenheim, as pessoas vieram até mesmo da vizinha cidade de Demeron. Com um toque final sobre os olhos da deusa por Weed, a estátua foi concluída.

            “Que Deusa!”

            “A Deusa Freya está realmente descendo sobre nós em nossa aldeia!”

            Aldeões e espectadores exclamaram. Estava muito barulhento com as conversas e orações a partir dos fiéis que se ajoelharam diante da estátua.

            Em seguida, uma janela de mensagem visível apenas para Weed apareceu.

            *Ting*

A Estátua da Deusa Freya:

Fine Piece (NT = Nota barafael: Bela Peça)

A arte não é sempre reconhecida pelo estilo e habilidade do trabalho em questão. Ela é digna de ser chamada de grande arte enquanto tocar muitos corações e limpar muitas mentes.

A estátua da Deusa Freya de rara beleza, apesar da baixa experiência na maestria escultural, manterá a atenção do público para sempre.

Valor Artístico:

150

Efeito Especial:

15% de aumento na regeneração de vida e mana por 25 horas.

Este efeito não se acumula com outras estátuas.

Número de Belas Peças Criadas:

1

            ‘Uma Bela peça!’

            Weed pensou animadamente.

            Este título só é concedido a obras de arte reconhecidas pelos usuários. Amplo conhecimento em maestria escultural por si só não pode produzir belas obras, grandes obras ou obras-primas.

            Somente quando um escultor se dedica a criar uma obra de alma e coração que é altamente apreciado por outros usuários, só então ele merece qualquer um dos títulos acima.

            Em outras palavras, a estátua concluída da Deusa Freya era extraordinária por qualquer medida. Como a estátua ganhou o título de bela peça, também lhe dada uma opção.

            Ainda nos estágios iniciantes básicos da Maestria Escultural, Weed não estava qualificado para produzir uma obra de arte com opções. No entanto, combinado com lâmina de esculpir de Zahab, a sua bela peça gerou um efeito excepcional.

            Este foi um tiro certo que superou até mesmo as suas próprias expectativas.

            *Ting*

Subiu de Nível: Habilidade Maestria Escultural (Iniciante Nv: 9 | 0%):

Permite produzir obras mais delicadas e detalhadas.

Fama aumentou em 50 pontos (+50 FAMA).

Arte aumentou em 15 pontos (+15 ART).

Perseverança aumentou em 10 pontos (+10 PER).

Vitalidade aumentou em 5 pontos (+5 VIT).

            Uns punhados de atributos aumentaram por criar uma bela peça.

            A Maestria Escultural básica de Weed finalmente alcançou o índice de aptidão de setenta por cento do nível nove, a ponto de melhorar para o estágio intermediário e a sua fama também subiu.

            Ainda assim, ele se sentiu trapaceado.

            “Droga”.

            Uma bela peça não saiu a qualquer momento.

            O nível de habilidade atual de Weed na Maestria Escultural básica era nove, mas quando ele estava ocupado esculpindo a estátua, era de apenas oito.

            Tinha sido aplicado como habilidade o nível sete na fase intermédia, no entanto, tudo ocorreu graças ao martelo e a lâmina de esculpir de Zahab.

            Tecnicamente falando, belas obras eram quase impossíveis abaixo do estágio intermediário de maestria escultural. Ele estava ciente de que, se ele não tivesse autorizado a usar a lâmina de esculpir de Zahab, ele não poderia ter produzido uma bela estátua como a da deusa.

            Seu nível de habilidade na maestria escultural ainda estava baixo.

            Se Weed tivesse alcançado o nível intermediário, ou mesmo a nível especialista/avançado, antes que ele esculpisse a estátua da deusa, ela poderia se classificar entre o panteão (NT = Nota barafael: templo dedicado ao conjunto dos deuses, entre os antigos gregos e romanos) das grandes peças, não muito longe das obras-primas.

            Em seguida, ele teria recebido cinco promoções de atributos, um dos poucos privilégios limitados aos escultores.

            Outros escultores, os poucos no continente, fora Weed, o Lendário Escultor do Luar, falhavam na capacidade de combate. Eles, em primeiro lugar, não têm acesso a feitiços e a força e defesa deles são nada além de desprezíveis.

            A habilidade de artesanato compensava o poder de ataque baixo apenas um pouco para eles.

            Nenhum grupo de mente sã permitiria que eles entrassem, então eles têm que superar muitos de derramamentos de sangue sozinhos.

            A classe dos escultores se baseia em atributos que são melhorados a mais do que a média dos usuários no mesmo nível, o que é uma benção.

            Isso não significa, porém, que um escultor pode desenvolver a sua maestria escultural e produzir belas obras além de qualquer tempo que ele quisesse. Mesmo um escultor altamente respeitável é incapaz de produzir belas e grandes peças a bel prazer.

            Uma bela peça é criada apenas quando um escultor derrete a sua alma no molde de uma imagem da beleza suprema.

            Suponha que você passe pelo inferno por dez dias para esculpir uma estátua e ela acabe por ser um trabalho medíocre, afetando um pouco os seus atributos, como você se sentiria sobre isso? Pior ainda, se reduzisse a sua reputação suada como um escultor?

            Você será elogiado se você não pular de um penhasco por isso. Há, na verdade, muitos ex-escultores que apagaram seus personagens após exatamente o mesmo legado.

            Escultor é uma profissão tão difícil e sofrível.

            Ghandilva se aproximou de Weed e agarrou a sua mão.

            “Obrigado, Weed-nim! Você fez uma estátua tão maravilhosa da Deusa Freya e nós aldeões seremos sempre abençoados na presença dela. Além disso, as notícias da estátua trarão ainda mais viajantes para cá. Você é agora o segundo fundador da Aldeia Baran!”

            *Ting*

A Estátua da Deusa Freya:

Missão concluída.

Ghandilva sinceramente apreciou o seu trabalho!

A estátua da Deusa Freya erguida na Aldeia Baran reforçará a coragem e a esperança dos aldeões. Eles irão recebê-lo a qualquer momento no futuro.

Fama aumentou em 30 pontos (+30 FAMA).

Você subiu de nível!

Você subiu de nível!

Você subiu de nível!

Sua influência na Aldeia Baran Aldeia alcançou 60%.

1º. Weed: 60%

2º. Darius: 45 %

3ª. Seoyoon: 33 %

            Como o trabalho acabou muito melhor do que expectativas mais fantasiosas, as recompensas pela missão foram consequentemente sem precedentes.

            Uma missão que subiu três níveis poderia ser classificada entre os níveis mais elevados de dificuldade ‘D’.

            Além disso, seu serviço público para a aldeia subiu a sua influência para o primeiro lugar.

            O serviço público depende de vários fatores, se você é reconhecido pelo serviço público, além de ampliar a sua influência em uma cidade, você pode comprar itens em massa com um desconto e você é ainda elegível para uma posição do governo como um ancião ou um senhor feudal.

            Weed tinha disparado no serviço público através da coleta de créditos da missão de resgate dos aldeões prisioneiros e com a produção da estátua da Deusa Freya, bem como com a venda de armas e equipamentos que o seu grupo tinha roubado da Fortaleza dos Lizardmen.

            No caso de Darius, desnecessário dizer, ele era o líder da missão da força punitiva para reconquistar a aldeia.

            Então, para o caso Seoyoon, ela tinha abatido um número monstros ameaçadores ao redor da Aldeia Baran e vendeu peles e itens para a loja comum.

            Antes de Weed e Darius virem à cidade, a influência dela na Aldeia Baran era indiscutivelmente a número um.

            “Seoyoon está em terceiro lugar? Ela esteve aqui antes?”

            O coração Weed pulou uma batida, provavelmente, duas… (NT = Nota João: Love in the air)

            Quando ele a usou de modelo para a estátua durante a sua produção, ele tinha estado confiante de que ela nunca viria aqui e tomaria conhecimento de sua própria imagem.

            O Continente de Versalhes era grande o suficiente.

            Se ela tivesse visto esta estátua, ela só poderia sorrir friamente e decapitá-lo sem qualquer pergunta.

            ‘Ela é uma assassina, por isso não é uma possibilidade remota!’ (NT = Nota João: …. tapado)

            Especialmente se Seoyoon fosse ler a escrita que Weed tinha gravado na estátua, ela poderia matá-lo mais e mais, facilmente mais de uma centena de vezes. Não, seria melhor preparar-se para o pior.

            Após a conclusão da estátua, Weed ficou muito satisfeito com o que ele havia criado.

            Ele ainda tinha que saber se a escultura se transformaria em um grande, médio ou mesmo um trabalho falho, mas ele ainda estava encantado com a sua própria arte.

            Então, puramente desapegado, ele havia deixado um curto epitáfio na parte inferior da Estátua da Deusa Freya com lâmina de esculpir de Zahab.

            Uma característica que nenhum coreano pode se livrar!

            Weed perguntou cautelosamente:

            “Desculpe-me, ancião Ghandilva?”

            “O que é, Weed-nim?”

            “Foi Seoyoon a quem você pediu para encontrar um substituto para a estátua da Deusa?”

            “Sim, ela mesma. Então você a conhece também? Ela é uma dama fina. Ela aceitou meu estranho pedido, embora ela não tenha voltado ainda…”

            “Entendo”, Weed respondeu calmamente.

            Weed estava aliviado que Seoyoon não havia retornado até agora. Se ela tivesse voltado quando ele estava no meio de esculpir a estátua, ele estava receoso com que tipo de inferno teria acontecido.

            ‘Ela poderia ter me matado por vingança por eu ter roubado a missão dela!’

            Com o trabalho feito, ele queria partir para a cidade de Céu o mais rapidamente possível. Ele queria dar o fora da cidade antes que ele cruzasse com Seoyoon novamente. Porém, Ghandilva não soltou de sua mão.

            Ghandilva baixou o tom e disse:

            “Eu tenho algo para lhe dizer, o salvador da minha aldeia, Weed-nim”.

            “Continue, por favor”, Weed respondeu pacientemente.

            “Você acredita em destino? Eu não acho que é um acidente que você veio para a minha aldeia”.

            “Como é?”

            “Um sacerdote da Ordem da Deusa Freya uma vez visitou a minha aldeia e nos disse que o mal estava no auge. Eles estão expandindo a influência deles no reino invisível, abaixo de onde estamos, no escuro e no frio. O sacerdote da Ordem da Deusa Freya declarou que só o ‘Valente Escolhido’ poderia derrotá-los! Ele então me concedeu o poder de selecionar o valente escolhido”.

            “…..”

            “Eu não compreendo inteiramente o que suas palavras significavam na época, mas agora sim! Eu não revelei este segredo para você, mas a semente que já passou na minha família servirá como orientação para uma nova terra. O sacerdote me disse para encontrar um homem com o nome de Seagull (NT = Nota João: Gaivota), a fim de obter de volta o tesouro perdido do Templo de Freya. Encontre-o. Torne-se o valente que deve derrotar o mal!”

            *Ting*

Você obteve informação relacionada ao Tesouro Perdido de Freya

            ‘Esta é uma continuação da missão para a Estátua da Deusa Freya! Ela não parece que tem quaisquer desvantagens. Impressionante. E pensar que essa oportunidade viria para mim!’

            Weed reconheceu a sua sorte uma vez mais. Parte dela foi atribuída a Seoyoon, que não apareceu com uma nova estátua e, por sua vez, a oportunidade tinha o encontrado.

            “É meu desejo há muito acalentado prevenir que o mal descontrole no mundo. Eu farei o meu melhor para recuperar o tesouro perdido do Templo de Freya”.

            “Obrigado”.

            *Ting*

Você aceitou a missão!

            Weed concluiu a conversa com Ghandilva e dirigiu-se para seus companheiros que estavam esperando por ele.

            “Bom trabalho, Weed-nim. Eu nunca pensei que uma estátua poderia ser tão bonita”.

            Pale disse olhando para a estátua com olhos febris, o que era muito incomum para ele. Surka, Irene e Romuna pareciam intensamente emocionadas também.

            Seus níveis haviam atingido meados dos sessenta por caçarem monstros continuamente e com poucas horas de sono, enquanto Weed estava ocupado esculpindo a estátua de Freya.

            “É incrível. Parece tão real. É a mais bela estátua que eu já vi”.

            “Eu aposto que mesmo a Deusa Freya não pode rivalizar com esta estátua em beleza”.

            “Como você cria tais imagens? Eu não posso deixar de admirar seu senso estético requintado e a alma artística…”

            Weed sentiu-se mais do que um pouco envergonhado pelo elogio deles.

            Senso estético requintado? Alma artística?

            Os olhos deles revelaram que eles eram tão vergonhosamente cegos e burros para reconhecer um artista único, embora ele sempre estivesse ali diante dos olhos deles.

            Quem? Quer dizer, Weed? Dizer que ele estava sedento por poder seria mais plausível.

            ‘Será que eles acreditariam que se eu lhes dissesse que eu estava sem ideias até começar a trabalhar? Não, eu não acho que não’, Weed pensou divertidamente.

            Qual é o ponto de dizer-lhes algo que eles não iriam acreditar, de qualquer maneira?

            Um bom vendedor não diz tudo quando ele bate na sua porta para vender alguma coisa. Um bom vendedor esconde as falhas e destaca os méritos do produto que ele está tentando vender.

            Em resumo é: o que é bom para você é a melhor política.

            “Eu fiz esta estátua enquanto eu retratava todas vocês em minha mente, senhoritas Irene, Surka e Romuna. Os seus corações puros e rostos bonitos são apreciados na estátua, de modo que parece tão bonito como ela é agora”.

            “Oh meu Deus!”, elas suspiraram, profundamente tocadas pelas palavras de Weed.

            As meninas são criaturas simples, não são? Todas as meninas no grupo de Weed estavam felizes por ouvir uma mentira tão frágil.

            “Ei, você é que Weed, certo?”, Darius disse enquanto vinha até onde Weed e seu grupo estava.

            “Você é muito bom na Maestria Escultural. Essa é uma Grande Obra?”

            Darius era bem versado em muitos campos do conhecimento. Ao nível de cento e quarenta, ele deve ter pegado alguns pedaços de informações sobre escultores em algum lugar.

            “Não”, Weed disse.

            “Então, é uma Bela Obra?”, Darius perguntou.

            “Sim”, Weed disse.

            “Oh, eu nunca acreditei que veria uma Bela Obra. Eu ouvi dizer que havia menos de uma centena de escultores que já haviam criado Belas Obras…”

            Darius mostrou sua surpresa com gestos exagerados. Em seguida, ele deu um sorriso felino.

            “Parabéns. Eu acho que você ganhou um grande número de atributos por isso. Pelo menos um pouco de sorte deve recair a escultores que são miseráveis nas habilidades”.

            Darius fez pouco caso de Weed, exclusivamente com base no fato de que ele era um escultor.

            Na verdade, a maioria dos escultores é fraca. Suas habilidades de combate são desprezíveis mesmo se eles tiverem atributos mais elevados, os quais são aumentados pela produção de Belas Obras e tudo o mais.

            Mesmo se eles souberem uma habilidade de combate poderosa, eles não sabem como lutar apropriadamente.

            Por que eles escolhem serem escultores? É porque eles são ruins em combate em primeiro lugar. Muitas lutas geram bons lutadores.

            A maioria dos usuários que pertencem às classes não combatentes são simplesmente inaptos para lutar. Eles geralmente ficam confusos, visto que são ignorantes de como responder a um ataque inimigo e se perdem no papel que eles devem tomar em um grupo.

            As habilidades de combate elementares que eles podem aprender são ineficazes no geral e até mesmo o índice de aptidão é baixo o suficiente para ser ridicularizado por seus companheiros de equipe.

            Além disso, eles têm que praticar a sua maestria escultural para se tornar um escultor de pleno, então eles são mais fracos do que os seus correspondentes em tudo, incluindo o seu nível global, que é fornecido com as mesmas horas investidas na construção de seus personagens.

            É claro, Weed era a exceção!

            “Ei, cuidado com a boca”.

            Pale, um dos companheiros de Weed, deu um passo à frente em um ataque de compaixão. Ele não podia suportar Darius desprezando seu companheiro de equipe.

            Então o inferno desabou.

            “Como pode haver alguém como esse cara?”

            “Seu rosto se parece com uma frigideira coberta de gordura após cozinhar salsichas nela…” (NT = Nota barafael: Nossa…..kkkkkkk na cara)

            “Os tolos nunca pensam antes de falar. Weed-nim é tão bom em combates…”

            Surka, Romuna e Irene dispararam de volta, respectivamente.

            A Jovem Surka era de sangue quente o suficiente para dizer isso! Romuna, que tinha a sua própria quota de raiva de vez em quando, era esperado também. Porém, o que realmente surpreendeu Pale e Weed era que, de todas as pessoas, Irene, uma alma sempre calma e suave, tinha inflamado.

            Mulheres…

            Não havia nenhuma maneira que os densos Pale e Weed poderiam saber que aquelas três meninas juntas poderiam facilmente mudar de estado de alguém para ‘matar-ao-ver’ quando necessário. Mesmo se o julgamento de Weed dobrasse ou triplicasse, ele nunca iria compreender plenamente metade dos aspectos das mulheres em sua vida.

            É tolice supor que você conhece uma mulher só porque você pode fazê-la feliz com alguns elogios.

            “…..”

            Weed perdeu sua chance de ficar com raiva. No entanto, ele se vingou nas repreensões trovejantes das meninas.

            “Qu-o que foi isso?”

            Os olhos de Darius faiscaram. Porém, nem Irene ou Romuna vacilaram.

            “Por que, nós dissemos algo que não estava certo?”

            “Como você ousa…”

            “Então o que você vai fazer? Matar-nos?”

            “Você acha que eu deixarei você sair ilesa disso?!”

            Darius estava prestes a puxar a sua espada. Se ele, um guerreiro nível 140, resolvesse fazer um banho de sangue agora, Weed e seus companheiros de equipe não poderiam resistir a ele.

            Não, Weed poderia ter uma chance se ele tivesse sucesso em realizar o melhor de seu potencial. Seu nível estava nos setenta, mas com seus atributos inflados, ele estava perto de um guerreiro nível 100.

            Considerando suas habilidades roubadas e a sua capacidade de combate, ele estava certo de que ele poderia derrotar Darius.

            Utilizando o elemento surpresa e, dado que Darius estava desdenhando Weed, aproveitando o momento em que ele não estava preparado para isso, Weed poderia espancar ele em um minuto cravado.

            O único problema era que, se o duelo durasse mais do que um minuto, Weed ficaria sem mana em razão de estar despejando-a em habilidades de combate e, com certeza, acabaria morto.

            Weed não tinha medo de Darius no sentido de atributos, mas ele sabia que a sua fraqueza reside na duração do combate. Ele era, por assim dizer, um caso típico de ejaculação precoce, um dos medos número um do homem. Certamente, ele era ainda mais forte do que a média de usuários ao seu nível depois de ter passado a sua vida inteira reforçando a mana.

            “Darius, vá com calma!”

            “Me solta! Eu ensinarei para aquelas cadelas boas maneiras!”

            “Você é o comandante da força punitiva. Você não pode duelar com seus subordinados. Se você fizer isso, você sabe quanto de seus pontos de fama cairão? Você realmente quer desistir da missão por completo?”

            Parros e outros colegas do grupo de Darius o detiveram. Eles o deixaram explodir de raiva até que ele finalmente se acalmou.

            “Ok, eu vou perdoá-las desta vez”.

            No comentário de Darius, Romuna apenas serviu mais desprezo sobre ele com um sorriso de escárnio.

            “Quem você pensa que é para decidir quem perdoa a quem?”

            “Todo mundo comete erros, mas ele age como se fosse da realeza ou algo assim”.

            O golpe final de Surka quase iniciou a segunda rodada da disputa, mas então os outros membros da força punitiva tinham sido atraídos pela comoção e se reuniram em torno deles.

            Darius e seus subordinados já tinham perdido o respeito e credibilidade. Por outro lado, Weed e seus companheiros eram considerados respeitáveis. Weed tinha cozinhado grandes refeições durante a marcha, tinha até mesmo reparado armas e armaduras quando quebradas e, para os itens não identificados, o seu serviço gratuito de identificação de item foi inestimável.

            Seus outros companheiros de equipe tinham sido gentis com outros usuários, exceto com Darius, de modo que as reputações deles eram boas o suficiente.

            Enquanto Weed estava ocupado esculpindo a estátua da Deusa, Pale e as meninas se juntaram a vários grupos para caçar e as suas habilidades competentes e táticas de caça rápida fizeram deles os favoritos para qualquer grupo.

            Weed mais tarde soube que Darius e seus subordinados tinham de caçar sozinhos, porque ninguém mais se preocupou em convida-los. Nessas circunstâncias, Weed estava em uma posição muito mais forte.

            Parros, um dos poucos amigos de Darius, disse em um tom arrogante, no lugar de Darius, cujo rosto estava congelado em silêncio:

            “Nós somos membros da Guilda Ica. Tenho certeza que vocês já ouviram falar dela. É uma das três guildas do topo de Rosenheim”.

            Weed tinha, é claro, ouvido falar da Guilda Ica. Ela era notória por mau comportamento, não surpreendendo ver como Darius tinha agido.

            “Nós estamos planejando ocupar uma cidade num futuro próximo, por isso precisamos de uma boa placa suspensa. Você viria nos visitar mais tarde para esculpir uma? Nós lhe pagaremos bem”.

            No final, Darius só tinha visitado Weed para solicitar a placa suspensa, mas ele estava em um estado de humor terrível agora.

            Ele tinha sido bem-sucedido na missão da força punitiva com euforia, mas o que ficou no seu bolso era muito menos do que o previsto. Isso ocorreu porque alguém já tinha despojado a Fortaleza dos Lizardmen de todos os seus itens.

            Num acesso de raiva, Darius e seus subordinados tinham procurado os culpados, mas eles não podiam desconfiar de Weed, um mero escultor que foi esculpir a estátua da Deusa Freya e de seus companheiros de equipe, cujos níveis, objetivamente falando, os isentava da lista dos suspeitos comuns.

            Durante a investigação privada, eles tinham cometido uma série de erros terríveis que causaram mais atrito entre eles e os outros usuários, enquanto Weed tinha recebido uma missão do Ancião Ghandilva e completou a Estátua da Deusa Freya, era como se esfregasse sal em suas feridas.

            Para ser franco, Darius estava com ciúmes.

            Então, ele tinha falado com Weed rudemente e, eventualmente, torcido a coisa toda em um nó mais complexo.

***

            Assim que eles terminaram completamente a missão da Aldeia Baran, a força punitiva liderada por Darius embalou suas coisas e se dirigiu para o Norte para retornar à Cidadela.

            Houve alguns usuários que gostaram dos campos de caça nas proximidades, mas a aldeia em si dificilmente tinha apelo para eles. Não havia bares onde os caçadores poderiam tomar uma cerveja gelada após um dia de caçadas. Uma caneca de cerveja após a caça de um dia.

            Todo mundo sentia falta do sabor delicado descendo pela garganta e correram para sair da cidade.

            Foi decidido que a Aldeia Baran seria protegida pelos soldados de Rosenheim.

            Weed e seus colegas relataram a missão punitiva diretamente para Ghandilva.

            “Obrigado pelo seu serviço. Nós sempre lembraremos o que você fez para o bem de nossos aldeões”.

            Para a recompensa da missão, Ghandilva deu a Weed vinte pontos de fama. Já que ele estava esculpindo a estátua enquanto os outros usuários foram caçar os remanescentes dos lizardmen, ele tinha praticamente desistido dela, mas inesperadamente acabou por ser um grande ganho para ele.

            Outros usuários nos níveis oitenta na força punitiva tinham recebido entre dez e quinze pontos de fama.

            Weed pensou que resgatar os aldeões prisioneiros e roubar a Fortaleza dos Lizardmen tinha funcionado como um mini milagre.

            Weed e seus colegas disseram à Darius que eles queriam ficar para trás para caçar monstros lá, com uma desculpa que eles ainda tinham níveis baixos.

            “Agora é a hora”, Weed disse.

            Na sua declaração, seus companheiros de equipe sorriram com expectativa.

            “Sim”.

            “Então, vamos para um lugar escuro e silencioso”.

            “É claro que, para um lugar muito, muito calmo … em algum lugar onde não seremos vistos”, Romuna cobriu a boca com a mão e riu flertando.

            Se alguém a ouvisse, eles poderiam interpretar mal.

            Dois homens e três mulheres dirigiram-se para a montanha ocidental da Aldeia Baran. Onde outrora foi a Fortaleza dos Lizardmen, agora era um local afastado o suficiente para satisfazer a necessidade de sossego deles.

            “La la la”.

            As meninas estavam cantarolando.

            Eles estavam andando para um lugar muito, muito escuro e silencioso, fora do caminho. Em pouco tempo, eles chegaram ao pé da montanha ocidental, onde não havia ninguém dentro de algumas milhas. Eles já estavam preparados para uma longa viagem.

            “Parece bom aqui”.

            “Ok, todo mundo, preparem-se”.

            Weed cuidadosamente cavou a terra e plantou a semente nela. Em seguida, ele a regou um pouco.

            Não houve nenhuma reação por um tempo, mas o solo que cobria a semente logo começou a ficar vermelho.

            *Quake* (NT = Nota barafael: terremoto)

            *RUMBLE* (NT = Nota barafael: tremor)

            “Kyaaa!” Surka gritou em alarme.

            Um grande terremoto sacudiu o chão!

            O centro sísmico jazia onde Weed havia semeado a semente. A terra dividiu-se em duas e um tronco grosso subiu para o céu.

            Trinta pés, sessenta pés… (NT = Nota barafael: 9,14m e 18,28m, respectivamente)

            Num piscar de olhos, um pilar sem fim estava diante do grupo de Weed. No entanto, o tronco continuou crescendo.

            Vendo o tronco crescer acima das nuvens, Weed disse:

            “A Cidade dos Céus deve estar lá em cima. Eu acho que esta vinha nos guiará a ela”.

            “Então…”

            “Agora que nós viemos até aqui, por que voltar atrás? Segurem-se rápido ou nós podemos terminar escalando a videira por mais da metade do caminho”.

            “Droga! Eu não quero fazer isso”.

            Weed tirou uma corda de sua mochila e amarrou seus companheiros de equipe nele.

            “Juntos vivemos, juntos morremos”.

            “Sim!”, eles aplaudiram.

            Weed e Pale decidiram se pendurar sobre a vinha primeiro.

            Desta forma, mesmo que Irene ou Romuna, a menos musculosa, perdessem seu controle, os homens acima na videira poderiam impedir que todas elas caíssem do céu.

            Weed e seus companheiros de equipe se agarraram ao tronco brotando da semente da Árvore Celestial e, em seguida, dispararam em direção ao céu.

________________________________________________________________

Tradutor: João

Revisão/Adaptação: barafael

Formatação: barafael

Edição: barafael

Fonte da tradução: http://royalroadweed.blogspot.com.br/2014/11/volume-2-chapter-3.html

________________________________________________________________

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s