LMS – Volume 19, Capítulo 2: O Jantar na Ilha de Ipia

Segue mais um capítulo, novamente sem o quality check. Se tiver algo para mudar eu lanço uma versão atualizada depois, se tiver terá pouca coisa, sempre passa algum erro batido.

Qualquer erro de digitação/português/tradução avisem nos comentários para que eu possa corrigir.

Como sempre recomendo a leitura em .pdf, que está mais organizada.

Versão em .pdf1: [LMSNovelBR] Volume 19 – Capítulo 2 – O Jantar na Ilha de Ipia (nota integrada)_2 (UPDATED 26.08.2016)

Versão em .pdf2: [LMSNovelBR] Volume 19 – Capítulo 2 – O Jantar na Ilha de Ipia (nota rodapé)_2 (UPDATED 26.08.2016)

Segue o capítulo abaixo:

——————————————–

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

capa v19c02

Volume 19

CAPÍTULO 2 – O Jantar na Ilha de Ipia

            “O mar!”

            “Tudo bem! Então, primeiro de tudo vamos começar pela construção da fundação!”

            Os marinheiros novatos, que estavam começando na Ilha de Ipia, exclamaram a partir da terra firme. Eles estavam cortando lenha para construir uma jangada com condições de navegar.

            Contudo, havia uma advertência para todos os aspirantes a marinheiros em Ipia:

            “Atualmente a produção de madeira está muito cara. Primeiro vocês precisam ir até as florestas nas montanhas e derrubar as árvores por si mesmos e, em seguida, vocês têm de arrastar para baixo da montanha a madeira serrada para construir as suas jangadas”.

            “Uma vez que você tenha habilidade de pescaria, você pode apenas comer o que quer que você pesque. Mais tarde, eu estarei navegando pelos mares distantes”.

            Contudo, muitos marinheiros tinham uma mentalidade diferente:

            “Tem havido piratas naquela ilha. Se eu encontrar o tesouro enterrado deles… fufufu”.

            “Se você tiver um grande encontro, então é claro que ele tem de ocorrer pelo mar!”

            “Se você correrá um risco, ele tem de ocorrer no mar!”

            Usuários novatos!

            No início, muitos se estabelecem em barcos horrendos feitos de toras ligadas por videiras amarradas. Eles usam uma folha de pano como vela à medida que eles começam as suas aventuras!

            Havia muitos nomes esculpidos no topo e nos lados dos mastros:

“O Melhor Transporte de Ipia”.

“Federação de Transportes do Continente de Versalhes”.

“Château de Balleroy (NT = Nota barafael: Castelo de Balleroy, é um castelo famoso localizado na Normandia, França – https://fr.wikipedia.org/wiki/Ch%C3%A2teau_de_Balleroy) – Milícia de Paz do Oceano”.

            Os barcos eram apenas jangadas, mas os nomes deles mostravam uma grande aspiração.

***

            Surka suspirou melancolicamente.

            “Esta ilha é realmente vívida”.

            Ela estava sentada em uma taverna inspecionando o mar enquanto bebia suco de laranja. Zephyr, que estava sentado perto dela, procurava por mulheres apenas pelo girar de seus olhos. Mesmo se ele tentasse parar, seus olhos começariam a girar novamente de forma subconsciente.

            “Este é um resort legal… ele tem uma boa atmosfera”.

            Ele não perdia uma única mulher dentro de um raio de 100 metros.

            ‘Hmmmm, as coxas dela são um pouco grossas para o seu corpo. Ela tem o cabelo até os ombros e a sua postura é de alguém com treinamento militar e parece que ela pode dar um chute alto. Minha conclusão é que ela é alguém que treinou duro para superar o seu corpo diminuto’.

            Uma análise em profundidade das mulheres!

            ‘Isso só mostra que as mulheres são solitárias’.

            Para ele era fácil se tornar amigo e amante. Comprar uma bebida para uma garota que parecia solitária e então… o instinto natural assumiria o controle. Depois disso, era fácil registrá-las como amigas e talvez até mesmo leva-las para jantar.

            Ainda assim, a bunda de Zephyr permaneceu pregada na cadeira. Ele estava cansado dessas namoradas rápidas, as quais eram muito fáceis de seduzir com poucas palavras. Ele queria uma companheira verdadeira.

            Muitas mulheres amavam a sua aparência, experiência acadêmica e poder financeiro. Os bens dele incluíam roupas de grife, um carro importado, associação com hotéis de primeira classe e relógios de luxo. Zephyr estava cansado de usar seus recursos para ganhar favores e se sentia como se ele fosse uma farsa. Ele também estava cansado das pessoas ficarem próximas a ele apenas em razão de seus bens.

            Se o coração não o movesse, então não tinha sentido.

            ‘Eu posso curar a solidão delas por um breve momento, mas nunca duraria’.

            Zephyr queria encontrar uma mulher que ele pudesse realmente amar. Poderia alguém ser realmente feliz na vida sem compartilhar a sua felicidade com um ente amado? Certamente não. Todavia, você não pode julgar uma pessoa sem conhece-la.

            ‘…O que eu gostaria de fazer…’

            Despender algum tempo sozinho em encontros seria legal, mas sair com outros como um grupo também parecia algo atraente. Simplesmente gastar um tempo juntos resolveria o problema e os faria se sentirem mais próximos?

            Mesmo em meio a esses pensamentos complexos, ele estava agitando a canela que estava dentro de sua bebida enquanto seus olhos viravam-se totalmente para as mulheres.

            “Que? Ela parece boa, mas o pescoço dela está se movendo por si próprio… tsk!”

            Ele murmurou para ele próprio.

            “Em razão disso não dará certo”.

            Hwaryeong, junto com Maylon e Romuna estavam apenas observando. Bebendo refrigerante a partir de copos, elas estavam relaxando sem se preocuparem com o mundo.

            As férias de verão na Ilha de Ipia!

            A ilha era supostamente o lugar mais tranquilizador de Royal Road.

***

            Weed flutuava em um barco perto da Ilha de Ipia. Ele olhou para os barcos que estavam flutuando ao redor apenas com uma folha de plástico como bandeira improvisada.

            “Eles certamente estão colocando muita fé naquelas pequenas jangadas”.

            Weed sentia simpatia pelos usuários novatos, pois a jangada que ele estava usando era mais do que uma simples jangada, ela era uma dugout canoe (NT = Nota barafael: é uma canoa feita de um tronco de árvore oco, o tronco é cortado inteiro para formar a canoa, sem emendas) coreana! Ele sentia como se pudesse até mesmo matar um Kraken com ela.

            Weed pegou o nome de uma criatura marinha poderosa para batizar a canoa. Este foi o primeiro barco que ele construiu com a sua habilidade shipbuilding (NT = Nota barafael: construção naval).

            O navio fantasma podia ser operado apropriadamente depois de avançar as habilidades de navegação para o nível iniciante 7. O barco era muito grande para que a sua atual habilidade de nível baixo pudesse operá-lo, portanto se ele tentasse guiar o navio agora ele apenas flutuaria na direção errada. Para elevar a sua habilidade, ele precisava de um barco menor, então uma canoa com espaço para uma pessoa era perfeita.

A proficiência da habilidade de navegação aumentou. 

            Mesmo apenas flutuar no mar aumentou a sua habilidade. Weed havia elevado a sua habilidade de navegação para o nível 3 apenas ao rodear a ilha olhando os pontos turísticos. Conforme o nível da sua habilidade aumentava, ele se tornava melhor e mais rápido em se locomover enquanto sentia cada vez menos os impactos das ondas.

            A canoa era fácil de conduzir com habilidades de nível baixo. Posteriormente, ele começou a voltar para um dos muitos portos da Ilha de Ipia.

Devido à navegação por um longo período de tempo, houve um aumento de 13% na proficiência da habilidade.

A habilidade de navegação está agora no nível iniciante 4.

Um adicional de 2% de aceleração foi acrescentado.

A probabilidade de virar a embarcação em mau tempo foi reduzida em 5%.

O atributo resistência aumentou em 15%.

            Habilidade de navegação no nível 4!

            “Esta habilidade está subindo muito rápido!”

            Weed estava muito satisfeito. A habilidade tinha uma taxa de crescimento muito rápida comparada as habilidades de esculpir ou de produção. Ela cresceu rápido durante um curto período de tempo, mas Weed estava determinado a nunca ser um marinheiro.

            “Será que a habilidade subirá mais rápido se meu barco for danificado? Eu acho que daria proficiência se eu afundar o barco…”

            Ele olhou para o recife de corais das proximidades e remou furiosamente!

            Quando a durabilidade do barco atingisse zero, a habilidade de reparação seria usada. Paus e pedaços de corda foram enrolados ao redor do tronco da árvore que formava a canoa.

            Weed conseguia alimentos através da pescaria e água fresca quando chovia. Depois de sua longa jornada ao redor da Ilha de Ipia, a pequena canoa estava pronta para desmoronar a qualquer momento.

            Quando Weed retornou para o porto depois de algum tempo…

O barco de propriedade de Deorol foi afundado.

Fama: – 35

4 carregamentos de algas marinhas foram perdidos.

            Ele podia apenas construir um novo barco. Não havia utilidade no salvamento do barco, visto que ele era uma canoa barata. Ainda assim, ela não era um barco normal de iniciantes.

            “Habilidade de navegação no nível 4. Agora eu serei capaz de controlar barcos pequenos de alta velocidade”.

            Era muito divertido desenvolver a sua habilidade de navegação para se tornar um grande marinheiro. Agora Weed podia obter um barco de alta qualidade, contratar uma tripulação, velejar um pouco mais e continuar a ir em uma viagem pelo oceano. Um sonho verdadeiro!

            Contudo, a carreira profissional de Weed com a habilidade de navegação acabaria aqui. Ele tinha a intenção de apenas desfrutar umas férias rápidas na Ilha de Ipia. Uns poucos dias de folga, para que a sua irmã pudesse apreciar!

            Entretanto, o oceano era realmente muito atraente. Diferentes espécies de peixes podiam ser vistas em águas de diferentes colorações. A água era tão clara em algumas partes que os peixes podiam ser vistos passando rapidamente ao redor. Os recifes de corais e os peixes exalavam efeitos de luz brilhantes e misteriosos. Se você navegasse por toda parte, você poderia até mesmo descobrir ilhas desabitadas.

            O comércio marítimo era uma forma de comércio muito lucrativa que a maioria dos usuários negligenciava. Quanto mais conhecidas as rotas comerciais fossem, mais dinheiro elas podiam gerar em uma única viagem.

            Eles também podiam ganhar muito ao prover o transporte de pessoas. Viajar em um navio ao redor do continente era muito mais rápido do que andar!

            O provérbio do Continente de Versalhes era:

            “Os primeiros sobre o solo serão os aventureiros repletos de músculos e, em seguida, os comerciantes”.

            Não havia lugar no Continente de Versalhes onde os comerciantes não trabalhassem. Pode não ser uma força efetiva, mas o poder exercido por um comerciante, que negocia grandes quantidades de mercadorias de um lado ao outro do continente, não podia ser ignorado. Aspirantes a comerciantes, que utilizavam o mar, tinham uma vantagem quando eles se familiarizavam com as habilidades de navegação.

            “É certo que guildas de prestígio não aguentariam por muito tempo se não houvesse comerciantes apoiando-os”.

            Ao invés de ir com Weed na Guilda dos Marinheiros/de Navegação Marítima, Hwaryeong e os outros foram juntos para um bar, onde eles ouviram sobre uma missão relacionada a Zahab. Eram missões relacionadas aos membros remanescentes da Igreja Matallost e ao Império Niflheim.

            A Ilha de Ipia atraía muitas pessoas com suas cervejas especiais e você geralmente veria grupos comendo churrasco na praia. Porém, Weed tinha outro propósito em mente: ele coletaria informações relacionadas a missão do Império Niflheim.

            Era dito que a Ilha de Ipia era apenas um grande resort, mas ela era visitada por tantas pessoas que também poderia ser chamada de um porto importante. Cada porto tinha tavernas e as garçonetes tinham a maioria das informações. A fim de obter a informação sobre as missões marítimas você tinha que “capturá-las”. O tratamento das garçonetes nos bares era uma competição sensível, que muitas vezes provocava rivalidade.

            “Ir a bordo do navio fantasma não teria sentido se eu não tivesse qualquer informação”.

***

            A Ilha Pirata Croix está localizada próxima a Ilha de Ipia!

            Pequenos barcos de pesca constituídos de grupos de caça, preenchidos com guerreiros e sacerdotes, flutuavam ao redor, concluindo missões.

            “Eu espero que você não tenha encontrado muitos problemas”.

            “De forma alguma. Eu apreciei conversar com você”.

            “Shanks, aqui estão as três moedas de ouro que vos foi prometido”.

            Croix era um território de caça muito perigoso em razão da primeira metade da ilha ser uma base pirata com várias defesas construídas ao redor do forte. A outra metade era preenchida com monstros!

            Apenas usuários de nível 340 ou superior podiam entrar e sair vivos de lá. Em uma faixa de terra segura, mas estreita, usuários estavam por perto se reunindo em grupos para caçar e explorar a Ilha Croix com cuidado!

            Todavia, sete navios que navegavam com velas decrépitas e que emanavam uma presença imponente chegaram a partir do mar. Era a frota fantasma do pirata Deorol. Um pirata com um olho, um braço e uma perna, o qual segurava uma mala de dinheiro em uma mão e uma grande bandeira em outra. (NT = Nota barafael: me explica a bruxaria, pois se ele é um pirata com um braço, como ele pode estar usando as duas mãos?)

            “Tweeeeet! Pwap pwap pwap pwap. Sha!”

            “Invasão inimiga!”

            Os piratas da ilha responderam prontamente. Gritos de alarme e sons de um berrante ecoaram um estado de emergência. Os usuários que estavam tentando caçar sentaram com o espanto.

            “O que eu deveria fazer?”

            “O que mais? Apenas espere até aqueles idiotas morrerem”.

            Nenhum usuário era geralmente louco o suficiente para atacar a Ilha Croix. Ela era o ponto de encontro de algumas das gangues piratas mais notórias. Mesmo assim, caçar nesta ilha faria os usuários se sentirem orgulhosos.

            “Tolos bastardos”.

            Os usuários riram à medida que os piratas se alinharam um após o outro para proteger a margem do território deles. O navio decrépito navegou diretamente sem mudar a sua direção. Geomchi3 estava sentando no assento do capitão enquanto o primeiro imediato Nick estava conduzindo o navio.

            Nick se curvou humildemente e disse:

            “Capitão temporário! A esta velocidade, nós bateremos na costa. Você quer desacelerar?”

            Geomchi3 balançou a sua cabeça e disse:

            “Siga em frente à velocidade máxima”.

            “Sim, senhor”.

            Seguindo em frente sem mudar a direção!

            Ancorados em um banco de areia da Ilha Croix, atacantes empunhando cimitarras (NT = Nota barafael: é uma espada árabe curva – https://pt.wikipedia.org/wiki/Cimitarra) e cordas com ganchos estavam esperando conforme o navio fantasma pirata se aproximava.

            “Uwaaah!”

            Emergindo a partir de um buraco que conduzia ao casco do navio fantasma, Geomchi saiu.

            Uma operação de desembarque na famosa Ilha Pirata Croix estava sendo realizada. (NT = Nota barafael: kkkkk os Geomchis são demais)

***

            Havia mais de 20 bares no porto da Ilha de Ipia, bem como muitos resorts renomados, mas os marinheiros que voltavam de uma longa viagem queriam relaxar e aliviar o cansaço com uma cerveja nos lugares habituais que eles frequentavam.

            O bar em questão era classificado como um pub aconchegante perto do porto e da praia, o que permitia o uso de roupas de banho casuais. Os marinheiros geralmente iam para lá em razão de sua atmosfera tranquila.

            Hwaryeong tinha pedido para Weed se encontrar com ela no bar em razão da boa atmosfera e pelo fato do bar se chamar de “A Garota Esperando no Porto”.

            “Aqui está a sua cerveja e o seu lanche de alga seca. Por favor, coloque a gorjeta aqui”.

            Weed terminou de pedir e sentou-se no bar onde uma música gentil estava fluindo.

            “Não é uma atmosfera ruim. Zephyr e os outros ainda não chegaram”.

            Weed colocou firmemente um pedaço de alga marinha em seus dentes podres com seus dedos ossudos (NT = Nota barafael: como é que a Hwaryeong ainda pode querer esse cara nojento?). Mesmo depois de se transformar em um morto-vivo ainda era possível sentir o aroma muito agradável.

            Normalmente um esqueleto não teria muito senso de paladar, mas graças aos efeitos da Sculptural Shapeshift (NT = Nota barafael: Metamorfose Escultural), ele estava mascarando efetivamente o seu corpo real. Assim, ele ainda tinha algumas das vantagens de um corpo humano.

            Quando ele aprendeu a habilidade Sculptural Shapeshift, era desconhecido para ele se o mascaramento desses traços desapareceria, mas por ora o gosto e o aroma estavam destinados a serem apreciados. Enquanto bebia uma cerveja, Weed escutou as histórias que circulavam.

            “Eu estou feliz que nós viemos para a Ilha de Ipia. Eu tentarei voltar novamente no próximo ano”.

            “Então convide o Oze e todos os outros caras para virem no ano novo”.

            “O time de Palowin seguiu a frota Berwick para dentro desta masmorra. Lá, eles divulgaram que estavam fazendo uma grande missão e a fama adquirida foi incrível”.

            “Você sabe que pode transportar queijo para o Reino de Brent por uma grande quantia de dinheiro?”

            “… Você realmente acha isso?”

            “A informação foi a partir de uma fonte secundária, mas eu acho que pode ser uma grande atração”.

            Usuários de diversas profissões e comerciantes falavam livremente e compartilhavam histórias. Você poderia se beneficiar ao escutar e eles também poderiam receber ajuda. Se não houvesse segredos para serem compartilhados, as pessoas poderiam ouvir a banda que tocava.

            Era um costume pagar uma bebida a outrem enquanto se coletava informações. No entanto, Weed escutou casualmente muitas conversas alheias no centro da taverna (NT = Nota barafael: e de graça também…), enquanto vestia um robe pesado. Depois de cerca de 10 minutos de espionagem, ele ouviu:

            “Porém, toda vez que eu vou para Morata, o lorde está ocupado. Eu gostaria de ter visto o seu rosto antes partir”.

            Cada ouvido dentro do lugar deve ter ouvido a conversa e, pois as pessoas começaram a falar:

            “Onde você vai para entrar em uma missão relacionada a esculpir?”

            “O God of War Weed e a missão da Igreja Matallost… você acha que ele está apenas compartilhando a missão com os usuários que o ajudaram a resgatar os membros da igreja?”

            “Eu ouvi que todo mundo que fez a missão original foi incluído, mas eles não têm direitos exclusivos, então qualquer um pode entrar”.

            “Esta é uma excelente experiência para as profissões relacionadas ao combate, tal aquisição fácil de experiência a partir de uma missão não pode ser geralmente vista em grandes organizações”.

            “Centenas de pessoas cooperando juntas para a realização de uma missão… parece divertido”.

            Weed subitamente esticou seus ombros amplamente, muito embora eles fossem apenas ossos estreitos. Os usuários que concluíram a missão da Igreja Metallost estavam decididos a superar a próxima solicitação. Em Royal Road não era uma coisa fácil participar de uma grande missão e ela também seria uma experiência divertida.

            “A obsessão do lorde de Morata em ganhar dinheiro é certamente única. Ele tem feito muito mais negociações do que a maioria dos comerciantes”.

            “Oh, a propósito, você ouviu a respeito da apresentação desta noite da Hairen Benti?”

            Eles haviam mudado de tópico rapidamente. Quando se está bebendo não há razão para falar profundamente sobre os lordes de outras regiões.

            “Você quer dizer que o show acontecerá na praça central?”

            “O show finalmente chegou na praça central? Neste ritmo, haverá uma grande quantidade de pessoas presentes”.

            “Ele é um show excelente”.

            Hairen Benti era uma trovadora (NT = Nota barafael: feminino de bardo). Ao cantar e dançar a partir de Morata, ela havia ganho uma popularidade sensacional. Graças ao investimento em curso na cultura, os bardos estavam trabalhando vigorosamente. Muitas canções tendo Morata como tema foram aparecendo por todo o Continente de Versalhes. Morata era repleta de aventuras divertidas, o que implicava em um centro comercial robusto.

            O fato de que as histórias sobre Morata haviam se propagado para a Ilha de Ipia, localizada mais ao Norte, era uma evidência de que ela estava crescendo. Sempre que as missões de Weed estão sendo transmitidas, cada bar/taverna sempre florescia com conversas sobre elas.

            “Por aqui, garçonete!”

            Weed chamou por uma das empregadas do bar.

            “Sim, senhor?”

            Logo depois, uma garçonete com tranças veio correndo e disse:

            “Em vez disso, os bardos daquela mesa parecem estar me chamando… eu posso apenas dar a você a conta agora?”

            “Não, não. Por favor, me traga mais dois filamentos de alga marinha. Eu pedirei para calcular a conta mais tarde”.

            “Sheesh! Okay, senhor”. (NT = Nota barafael: a garçonete não quer mesmo atender o Weed)

            Ele estava ignorando a má atitude da garçonete. Isso é o que acontece quando você tem uma intimidade ruim. Weed era um desconhecido e um esqueleto, nem mesmo quatro bebidas eram uma proteção suficiente para Weed.

            “Obrigado”.

            Weed agradeceu a garçonete, que teve um mau comportamento para com ele, com um gentil aceno com a mão quando ele recebeu as algas marinhas a partir dela. Logo após, ele se aproximou da anfitriã com um balançar de seu manto. As partes onduladas e esticadas do manto imediatamente se amarrotaram.

            “Vocês garotas gostam de esculturas?”

            Trabalhando para construir intimidade!

            Weed conversou com as empregadas sob o olhar atento dos usuários. Aquele era um bar à beira-mar, de modo que manter um relacionamento amigável com as garçonetes poderia conduzir à informação necessária para uma missão. Os outros simpatizaram à medida que eles continuaram a observar e se perguntaram que tipo de informação as empregadas emitiriam.

            “Meu nome é Delia e não ‘você’, além disso eu odeio esculturas!” (NT = Nota barafael: Paaaaa! Na cara!)

            Uma rejeição cortante!

            Ele nem sequer tinha que colocar tanto esforço para esculpir uma obra-prima. Se ele tivesse que construir intimidade desta forma, poderia levar muito tempo para ganhar a informação que ele precisava para a sua missão.

            Weed não iria desistir porque era difícil, de que outra forma ele teria sido capaz de compartilhar o almoço com o instrutor ou de levar as preciosas batatas doces do ancião de Morata com apenas um olhar resignado deixado no rosto deste?

            Weed bateu com seu dedo ossudo sobre a mesa e disse levianamente:

            “Você é linda”.

            “Escutar tal elogio de um esqueleto não me deixa feliz”.

            “Que tipo de homem você gosta?”

            “Eu gosto de homens com cabelo curto. Eu odeio homens sem cabelo”. (NT = Nota barafael: kkkkk, outra na cara)

            A tristeza de um esqueleto! A aparência perfurada de um esqueleto com um olho só foi recebida com uma antipatia severa a partir de Delia.

            ‘Um esqueleto não é bonito?’

            Ele não era legal? Como diabos a sua roupa não era maravilhosa? Weed não podia entender os gostos de uma mulher. Tudo bem, a parte rachada do crânio naturalmente exalava uma aparência deselegante de um crânio aberto.

            Já que a sua aparição como o orc Karichwi havia deixado escapar um efeito encantador para com as mulheres, Weed decidiu mudar de direção.

            Assumindo que não se pode ganhar familiaridade a partir da conversa, havia outra maneira especial de ganhar favores.

            ‘Presentes’.

            A maneira mais rápida de ganhar o favor de uma empregada!

            Contudo, a intimidade adquirida a partir de presentes não durava muito. Se o presente que você der não for equivalente ao pedido, então a intimidade cairá imediatamente.

            ‘E, em seguida, você se arrepende de dar o presente’.

            Weed, ao invés disso, decidiu perguntar diretamente:

            “Que tipo de histórias você gosta?”

            “Hmmmm… eu sou apaixonada por histórias de aventura, especialmente histórias de aventura no mar! Entretanto, eu provavelmente não teria qualquer interesse nas histórias de um esqueleto”.

            Weed pensou em uma aventura que tratava do mar e das regiões vizinhas.

            “Eu já tive muitas grandes aventuras ao redor do mar”.

            “Tudo bem, eu contarei a você uma história interessante”.

            “Parece como se fosse uma perda de tempo”.

            “Outrora eu ouvi falar de um certo aventureiro do Reino de Rosenheim…”

            O começo de uma história de aventura para ganhar o favor daquela empregada, impressionar as demais empregadas e deixar o bar mais alegre.

            *Kkiruru!*

            Justo quando ele estava prestes a desvendar a história do aventureiro, um pássaro feito de ouro voou para cima do seu ombro. O Golden Bird com seus olhos feitos de safira olhou para Delia. Uma forma de vida bonitinha vestindo uma coroa de diamantes. O Golden Bird mostrou um “timing” extraordinário!

            Os convidados do bar olharam surpresos para o Golden Bird. Ele fez os usuários tropeçarem, porque eles nunca tinham ouvido falar de uma coisa como esta.

            “Ohh meu…! Você criou este passarinho misterioso?”

            “Sim”.

A força da amizade com Delia, a empregada da taverna “Garota Esperando no Porto”, aumentou um pouco.

            “Eu posso tocar nele?”

            “É claro”.

            Já que não custava nada tocar, uma abundância de toques foi permitida. Delia levemente tocou seu dedo ao longo do Golden Bird.

            “Eu não sabia que havia pássaros como este. Você deve ser um grande aventureiro!”

A força da amizade com Delia, a empregada da taverna “Garotas Esperando no Porto”, aumentou significantemente.

            O tratamento pegajoso em direção ao esqueleto aumentou consideravelmente! Se você perder uma oportunidade de ganhar uma grande quantidade de intimidade, você certamente se arrependeria disso.

            Mesmo que de vez em quando ele caísse em desgraça no Continente de Versalhes, agora ele estava vivendo o sonho de se aventurar no mar.

            Contudo, agora que ele era capaz de possuir um veleiro de porte médio, não havia necessidade de se preocupar com pequenos desastres… embora o requisitado navio fantasma tivesse uma infinidade de pequenos desastres.

            Não havia necessidade sequer de falar a respeito dos vazamentos de água habituais, da filtragem de ar terrível, das algas marinhas que os prendiam nos recifes e do grupo de marinheiros sujos e companheiros prontos para saltar dentro da boca de qualquer monstro marinho no primeiro sinal.

            A única razão para Weed vir para o mar foi porque o Golden Bird havia apontado para a localização através do mar. Ele tinha estado preparado para raptar o Golden Bird com a sua lábia. Sim, a atmosfera mantinha um certo tema esquelético e havia deixado ele com expectativas duradouras.

            “O Golden Bird está apontando para algum lugar, não está? Ele é pretenso a fazer isso?”

            “Infelizmente eu ainda não sei. Todavia, eu tenho certeza que há uma conexão com o colapso do Império Niflheim. Você já ouviu algo sobre isso?”

            “… é o Império Niflheim, certo? Esse assunto abrange nomes de muito tempo atrás, mas eu não saberia qualquer coisa a respeito deles. Porém, se você estiver falando a respeito do Mar do Norte, então você deveria falar com Thira, o Vovô do Norte, ele navegou muitas vezes no Norte. Não seria melhor ir perguntar a ele do que perguntar para mim?”

            “Posso perguntar onde eu posso encontra-lo?”

            “Ele vive próximo à Vila Imperial, no oriente da ilha. É sempre mais fácil encontra-lo em frente à sua casa em plena luz do dia”.

            Weed sentiu uma premonição.

            Algumas vezes a menor pista poderia fazer com que grandes coisas ocorressem. Havia uma possibilidade de que Thira não soubesse qualquer coisa a respeito do Império Niflheim. Entretanto, foi uma informação pela qual Weed não teve que pagar, de modo que ele a aceitou como um presente.

            Weed estendeu amplamente seus ombros e pensou:

            ‘Tudo isso é graças a minha sorte!’

            *Kkiruru!*

            O Golden Bird riu junto com Weed! As esculturas criadas por um mestre escultor como o imperador eram realmente únicas, elas tinham um vínculo calmante.

            ‘As formas de vida esculturais tais como este cara são realmente incomuns. Este sujeito é muito mais esperto do que os caras que eu tive que derrotar’.

            Weed pensou em todas as imperfeições dos grandes pássaros.

            ‘Em relação à forma, há muitas ineficiências. Belas aparências e asas atraentes, mas as patas são inconvenientes para escrever, comer e carregar coisas’.

            Enquanto Weed contemplava a geometria do ato de comer versus o ato de carregar, alguém se aproximou dele e disse:

            “Hyeong-nim (NT = Nota barafael: Hyeong ou Hyung é uma maneira amigável de se dirigir a um homem mais velho; e nim é um sufixo usado para se dirigir de maneira formal a alguém geralmente mais velho ou mais respeitado do que você), você veio primeiro”.

            Zephyr apareceu carregando a sua vara de pescar.

            Seus colegas haviam previamente trilhado caminhos separados na Ilha de Ipia, mas Zephyr tinha passado seu tempo bebendo no bar.

            “Bem-vindo de volta, senhor!”

            Delia mostrou uma imagem brilhante de hospitalidade!

            “Senhor, você é incrível! Você pegou um peixe bem grande!”

            Um dos pacotes de Zephyr incluía uma variedade de peixes raros.

            “Para um grande pescador como eu, isso é brincadeira de criança!”

            “Oh, eu nunca vi um sunfish (NT = Nota barafael: é conhecido aqui no Brasil como peixe lua – https://en.wikipedia.org/wiki/Ocean_sunfish) tão grande”.

            As garçonetes reuniram-se em torno de Zephyr! (NT = Nota barafael: playboy maldito!)

            “Este não é um Cinnamon Ganhan (NT = Nota barafael: Em um primeiro momento eu achei que fosse um peixe, mas não encontrei nenhum peixe com esse nome, o máximo que eu consegui foi: – https://en.wikipedia.org/wiki/Cinnamon_clownfish; contudo, cinnamon em inglês quer dizer canela e “ganhan” em chinês significa “seca”, o que pode significar “canela seca”)? Eu pessoalmente lhe darei um prato salgado se você quiser vender isso”.

            “Há algumas algas marinhas muito boas, além de peles de conchas e pó de pérolas, o que pode ser bom para você de acordo com algumas revistas médicas”.

            “Isto pode ser bom!”

            “Senhor pescador, venha e sente-se. Você tem qualquer pergunta ou precisa de algo mais?”

            A popularidade de Zephyr com as garçonetes era explosiva.

            ‘Este cara… ele sequer tem que pedir por alga marinha’.

            “Você descobriu algum tipo de segredo?”

            “Canela”.

            Enquanto isso, Yurin estava usando a sua habilidade Picture Teleportation (NT = Nota barafael: Teletransporte de Imagem) para viajar ao redor.

            “Oh, Yurin, eu gosto de usar muita canela”.

            Como se para responder os pensamentos dele, Yurin mostrou-se pouco depois e disse:

            “Uh huh, um sistema tão bom”. (NT = Nota barafael: para quem não entendeu, mesmo porque ficou meio “solto” no inglês ela está “elogiando” o Zephyr em razão de seu sistema de “conseguir informações” das garçonetes, pelo menos esta é minha interpretação)

            Ele não perguntou por que ela havia acabado de aparecer. Só que, subitamente, formaram-se nuvens negras no fundo da vida amorosa de Zephyr. Ele sentiu como se fosse chorar.

***

            Uma festa noturna iluminada pelo luar na Ilha de Ipia!

            Os companheiros compartilhavam suas histórias enquanto bebiam cerveja. No local úmido, Hwaryeong compartilhou suas histórias de como ela compôs as suas canções em vários países.

            “Eu vi a Torre Eiffel pela primeira vez quando eu tinha 16 anos”.

            “A Torre Eiffel… você quer dizer aquela estrutura de aço na França?”

            “Weed, quando você viu isso?”

            “Em minha viagem de férias de verão. Você quer ver as fotos dela? Eu tenho algumas outras fotos da viagem também”.

            França, Itália, Holanda, Alemanha e Inglaterra!

            Weed foi capaz de conversar com Hwaryeong sobre todos aqueles países.

            “A sensação de viajar para o exterior é muito diferente…”

            “Ei, eu tenho que viajar por causa da minha banda. Eu faço o meu melhor no trabalho quando eu viajo! A viagem pela Inglaterra é realmente pequena, mas a mais animada, certo?”

            Hwaryeong havia comparecido, na maioria das vezes, apenas em cidades grandes porque as suas apresentações precisavam de grandes espaços, portanto ela não tinha visto muito da região rural. Falar a respeito da banda, que harmonizava com o talento de Hwaryeong, deixou ela com lágrimas nos olhos.

            “Você acha que nós temos tempo para ir agora?”

            O rosto de Bellotte estava corado em um vermelho brilhante.

            Os olhos de Mapan estavam freneticamente lançando-se ao redor, como se ele estivesse esperando por algo e, em seguida, ele assentiu com a sua cabeça. (NT = Nota barafael: será que vai rolar algo entre esses dois?)

            Ele estava segurando um conjunto de cartas projetado de forma requintada.

            Yurin especialmente estava fazendo o esboço da cena em um papel e jogando cartas.

            Bebendo álcool em uma boa atmosfera!

            Havia apenas a quantidade perfeita de pessoas para a realização de uma grande festa!

            “É uma aposta, 10 moedas de ouro”.

            “Será uma grande quantidade de ouro. Todos as apostas estão encerradas”.

***

            Da’in estava na festa da praia sob a fuga do luar. (NT = Nota barafael: ficou estranho, mas parece que ela está no local, mas olhando de longe)

            ‘Parece que você está indo bem’.

            Weed parecia feliz com todos os seus companheiros. Era uma imagem que ela havia imaginado no hospital.

            ‘Antes da cirurgia eu não sabia se eu estaria partindo deste mundo para sempre… Eu estava com medo, então eu não queria admitir que eu pensava muito em você’.

            Aquilo foi insano. O que a mente diz para você nem sempre é o que o coração quer aceitar.

            ‘Ah, Royal Road não era muito interessante. Eu não sabia quando eu poderia até mesmo me conectar mais tarde. Desde o começo, minha família e amigos apenas se preocupariam. Eu me sentia tão sozinha e apenas queria ter a cirurgia tranquilamente. Desta forma, eu não lhe falei a respeito dela até o fim. Porém, no fim, me foi dado coragem porque eu sabia que alguém se lembraria de mim para sempre, mesmo sem uma confissão sincera’.

            ‘Eu queria permanecer com esta pessoa especial sem causar-lhe preocupações a respeito de outros inconvenientes. Então, eu me preocupei a respeito de que tipo de história lhe contar, de modo que eu deliberadamente não mudei a minha aparência amaldiçoada’. (NT = Nota barafael: quando ela se encontrou com o Weed ela estava com o rosto escurecido, fruto de uma maldição contraída em uma caçada/missão).

            ‘Me desculpe’.

            ‘Entretanto, Weed, agora você parece realmente feliz com seus companheiros íntimos. Me desculpe por não ter conseguido falar apropriadamente com você e agora é impossível perguntar se você gosta de mim. Foi meu destino me encontrar com você novamente. Eu tinha uma ilusão fantástica. Com as memórias sobre nós, você esculpiu na terra… eu fiquei sinceramente satisfeita’.

            ‘Porém, nada mais disso importa agora. Weed, agora que você está indo bem, minha mente está aliviada. Isso significa que você pode amar outra pessoa, certo? Provavelmente para o melhor… mas… mesmo se você disser que agora está tudo bem, não está, certo? … para ficar ao seu lado’.

            Lágrimas brilharam delicadamente nos olhos de Da’in. Todavia, conforme ela andava para outro local, elas lentamente foram substituídas por uma risada vigorosa.

            “Primeiro amor… no fim o seu primeiro amor fui eu, certo?”

_________________________________________________________________

Tradutor: barafael

Revisão/Adaptação: barafael

Formatação: barafael

Edição: barafael

Quality Check: Gabriel

Fonte da tradução: http://royalroadweed.blogspot.com.br/2014/11/volume-19-chapter-2.html

_________________________________________________________________

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

23 comentários sobre “LMS – Volume 19, Capítulo 2: O Jantar na Ilha de Ipia

  1. “Da’in estava na festa da praia sob a fuga do luar.”, nessa frase ela estava no local sim observando sob a sombra,(fuga do luar), nao deixando que a luz do luar a revelasse.
    pelo tom dela parece que ela vai deixar eles na surdina… por nao querer ser um fardo(totalmente sem nexo), ou por nao querer atrapalhar a sua felicidade(e ela estava supondo em seu coração que ela foi o primeiro amor dele por causa da historia em lavias… e provavelmente pela esquiva dele quando ela perguntou.)

    Curtido por 1 pessoa

  2. Karma é foda, Zephyr se apaixona pela única mulher que não mostra o mínimo de interesse (amoroso, pq ela é esperta haha) nele. Da’in finge não conhecer Weed e deixa de ter um romance ( ao menos atualmente ) porque ele é uma batata que também resolveu fingir não à reconhecer! Karma… Foda!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s