LMS – Volume 19, Capítulo 1: O Capitão do Navio Fantasma

E começa mais um volume.

Não sei se dará tempo de postar o próximo capítulo na quinta, vou tentar, mas não garanto.

Qualquer erro de digitação/português/tradução avisem nos comentários para que eu possa corrigir.

Como sempre recomendo a leitura em .pdf, que está mais organizada.

Versão em .pdf1: [LMSNovelBR] Volume 19 – Capítulo 1 – O Capitão do Navio Fantasma (nota integrada)_2 (UPDATED 24.08.2016)

Versão em .pdf2: [LMSNovelBR] Volume 19 – Capítulo 1 – O Capitão do Navio Fantasma (nota rodapé)_2 (UPDATED 24.08.2016)

Segue o capítulo abaixo:

——————————————–

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

capa v19c01

Volume 19

CAPÍTULO 1 – O Capitão do Navio Fantasma

            Usando a habilidade Sculpture Shapeshift (NT = Nota barafael: Metamorfose Escultural) Weed ficou com a aparência do Deorol, o Pirata Lich. Havia limites para a magia do Lich, bem como para a sua capacidade de absorção de vida e mana, mas ele ainda era um morto-vivo de alto nível.

            Quando Weed falava, os marinheiros fantasmas tremiam.

            “Por favor, alivie a sua raiva”.

            “Eu lhe imploro, não me jogue no mar com uma pedra amarrada em meu tornozelo”.

            “As águas daqui estão infestadas de tubarões. Capitão, não me use como isca para os tubarões, eu farei qualquer coisa que você me ordene a fazer”.

            “Eu tenho apenas dois dentes sobrando… Certamente você também não os puxará, correto? Você me transformará em um banguela igual ao primeiro imediato?”

            Com a tripulação em desespero, Weed não podia perder esta oportunidade. Com seus ombros erguidos orgulhosamente ele perguntou:

            “Quem eu sou para vocês?”

            “Você é o proprietário deste navio, o governante dos sete mares e nosso mestre!”

            Os marinheiros fantasmas, que eram símbolos do terror, esfregaram suas mãos juntas e rezaram. Eles ficaram de joelhos e se curvaram para Weed.

            Parecer fraco contra os fortes e forte contra os fracos, era algo típico de Weed.

            “Huhuhu!”

            “Kellkellkell!”

            Enquanto os marinheiros de Weed estavam brincando ao redor, o grupo de Pale estava inspecionando o convés.

            “Nós não estamos nos afastando do recife, o navio está mesmo se movendo?”

            “Ele está realmente lento”.

            O navio fantasma era originalmente um navio lento.

            Weed retocou o navio com sua habilidade em ferraria, mas o navio fantasma era uma lata velha enferrujada. O número máximo de passageiros permitidos para um navio de porte médio como este era de apenas 70 pessoas!

            O grupo de Pale mais os Geomchis estavam no navio. Devido ao peso deles, o navio afundou ainda mais na água e não podia se mover. Os Geomchis eram pessoas que podiam fazer um elevador com capacidade de 12 pessoas atingir o seu limite com apenas 8 pessoas.

            “As ondas estão realmente fortes e o vento está soprando na direção oposta de onde nós queremos ir!”

            Ventos fortes, ondas pesadas, recifes roçando o navio e as algas marinhas estavam ficando presas no leme.

            O navio fantasma que carrega a desgraça!

            **Kuhiiing**

            Com um barulho terrível e onde os fantasmas da morte se reuniam, era certamente um navio medonho. Durante a navegação, todos os tipos de coisas ruins estavam acontecendo.

            O navio fantasma estava rodeando em círculos e Weed e os marinheiros fantasmas estavam conversando. A frase “Eu sou Deorol!” pôde ser ouvida.

            “O Pirata Feroz Deorol! Ele saqueava dos ricos e, em seguida, sem misericórdia pegava tudo dos pobres, mulheres e até mesmo das crianças!” (NT = Nota barafael: kkkkkk eu por um segundo, enquanto traduzia a frase, achei que iria ser uma versão do Robin Wood, meio segundo depois eu percebi que estava traduzindo uma novel do Weed)

            “Kuheheheh!”

            Weed riu orgulhosamente.

            Onde o seu olho esquerdo deveria estar, havia um tapa-olho e ele tinha uma bandana vermelha amarrada em volta da sua cabeça. Onde seus ouvidos deveriam estar havia buracos e ao redor deles estava pendurado um par de brincos.

            **Palang Palang**

            Os brincos que eram feitos de uma moeda de prata e que faziam barulho todas as vezes que o vento soprava.

            “Isto é o que os piratas de verdade deveriam usar”.

            Os piratas e o romantismo de um Lich!

            Pale e seu grupo tentaram manter distância de Weed. A roupa até mesmo repeliu Surka, a mais jovem do grupo.

            Doze dias de uma navegação enfadonha passaram. Devido a velocidade do navio fantasma, a viagem foi de 3 a 4 vezes mais longa do que o normal, mas eles finalmente alcançaram o Mar Neria.

            O Mar Neria é o maior inland sea (NT = Nota barafael: mar interno – é um mar raso que cobre as áreas centrais dos continentes – https://en.wikipedia.org/wiki/Inland_sea_(geology)) do Continente de Versalhes. A partir daqui todos os tipos de navios, desde pesqueiros, exploradores e mercantes vão e voltam todos os dias.

            O navio estava ficando sem provisões. Weed e Zephyr usaram suas habilidades de pescaria para compensar a falta de comida.

            A habilidade de pescaria de Weed estava no nível intermediário 4! Ela estava num nível mais baixo do que as outras habilidades dele, visto que ele apenas podia eleva-la próximo a rios, lagos ou do mar. No Mar Neria, de manhã, no meio-dia e à noite eram os momentos para pescar.

            “Eu consegui uma grande pescaria!”

            Ao lado de Weed, Zephyr levantou a sua vara de pescar e disse:

            “Ah não, é um molusco desta vez. Wow, ele até mesmo tem uma pérola dentro”.

            Zephyr havia pego uma ostra com uma pérola.

            Weed vislumbrou este acontecimento, mas nem uma palavra deixou a sua boca. Zephyr, com suas habilidades de pescaria, podia pescar até um grande tubarão branco, pequenas baleias e antiguidades do mar. Weed, por sua vez, podia pegar cutlass (NT = Nota barafael: é um peixe longo: https://en.wikipedia.org/wiki/Cutlassfish), mackerel (NT = Nota barafael: também chamado de carapau – https://en.wikipedia.org/wiki/Mackerel) ou, se ele tivesse sorte, um red sea bream (NT = Nota barafael: https://en.wikipedia.org/wiki/Red_seabream).

            Tal fato feriu o orgulho delicado de Weed. Ele jogou a sua linha profundamente no mar. Momentos mais tarde, devido à mordida de um peixe na isca, a linha se movimentou.

            ‘Parece que eu pegarei um peixe grande desta vez’.

            No mar, peixes com alta vitalidade e força podiam ser capturados. Se esses peixes forem consumidos, a recuperação de vida aumenta. Além disso, se eles fossem cozidos e posteriormente comidos, a vida máxima subiria por 1 ponto. É claro, mesmo que a mesma carne fosse consumida, o efeito seria o mesmo, mas você poderia ficar ainda mais forte enquanto descansasse, de modo que muitos usuários apreciavam a comida e o descanso ao mesmo tempo.

            Weed puxou a vara de pescar com toda a sua força.

            “Grande pescaria”.

            O peixe com a sua boca bem aberta pegou o anzol. Ele não podia realmente ser chamado de um peixe, visto que ele era um monstro marinho com nove pernas e uma cara horrenda.

            “Kwaaarg!”

            O monstro tentou ameaçar Weed com seu rugido. Todavia, a aparência de Weed era a de um Lich, cujos olhos estavam queimando brilhantes e mesmo os seus brincos fizeram o monstro parar de se debater.

            Em termos de crueldade, ninguém podia se equiparar a Weed.

            “Ele parece muito apetitoso!”

            Weed cortou o monstro marinho em pedaços e o usou como ingrediente para uma sopa de frutos de mar. O monstro não foi uma pesca ruim, especialmente considerando que Weed não havia preparado uma isca para pescar no mar. Durante aquele tempo, Zephyr puxou um grande atum, um que ele mal podia carregar.

            ‘Agora eu sei o que eles querem dizer com: “Quando um primo compra imóveis, seu estômago dói”’ (NT = Nota barafael: Weed cita um ditado coreano que fala sobre a inveja).

            Weed agiu como se ele não tivesse percebido o atum que havia sido pescado por Zephyr.

            “Suas habilidades de pescaria são incomparáveis como sempre”.

            “Isso não é muito, irmão”.

            “Parece que você capturou muitos objetos de valor…”

            Objetos de cerâmica, potes antigos, mesmo peixes com tesouros presos em seus estômagos, foram pescados por Zephyr. Se você comparar a sua habilidade de pescaria com a de caça, ele estava conseguindo este tanto. Zephyr tinha uma habilidade avançada em pescaria e ele a usava com o melhor de suas capacidades.

            As iscas que apenas podiam ser usadas para pescar no mar se debatiam vigorosamente no anzol. Quando um peixe se aproximava, a isca (minhocas, camarões e atuns jovens) fazia o seu melhor para dançar e seduzir o peixe. Quanto maior o peixe, maior a tentação, fazendo com que ele não pudesse resistir em morder o anzol.

            Com o seu nível avançado em pescaria, Zephyr tinha até mesmo a habilidade bait tracking (NT = Nota barafael: rastreamento de isca). Ao olhar para a superfície da água, ele podia ver o anzol bem no fundo do mar, em uma visão ampliada. Ele podia até mesmo manipular o movimento do anzol, usando mana. Usando esta habilidade ele podia inspecionar o mar e encontrar o peixe alvo.

            Havia rumores de um jogador que apenas pescava em Royal Road e de que o seu melhor achado foi um navio naufragado preenchido com tesouros. Um pescador não era uma profissão a ser ignorada.

            Zephyr tinha uma grande quantidade de comida boa a partir de sua habilidade em pescaria, de modo que ele usava a sua força e a sua vida/vitalidade elevadas para participar nas batalhas. Quando uma grande multidão de monstros se agrupava, ele agilmente enviava uma isca que combinasse com o monstro e, em seguida, os persuadia para que eles se separassem do grupo. Essa era uma especialidade de um pescador.

            “Uma vez que você se acostuma, pescar é algo que tem grande profundidade”, disse Zephyr, que odiava grandes explicações.

            “Na maioria das vezes é tudo sorte. Meu atributo sorte é superior a 700 pontos, então é por isso que pescar é tão fácil para mim”.

            Weed tinha o atributo arte como escultor e Zephyr o atributo sorte enquanto pescador.

            Zephyr pescava despreocupadamente no rio enquanto aumentava a sua estamina e vitalidade. Ele tinha uma incrível quantidade de sorte! Mesmo quando ele estava caçando, os monstros frequentemente erravam ataques nele e também derrubavam muitas pilhagens e equipamentos.

            Zephyr era alguém que parecia ser uma pessoa preguiçosa, mas na realidade ele realmente se esforçava muito para ser o melhor. Ele era um tipo de personagem atrevido que você não consegue odiar! Ele lançou sua linha e perguntou a Weed:

            “Hmmm… Hyung-nim (NT = Nota barafael: Hyeong ou Hyung é uma maneira amigável de se dirigir a um homem mais velho), sobre a Yurin…”

            “Hmm?”

            “Eu estou apenas perguntando, mas se a Yurin arranjar um namorado, que tipo de cara se adequaria a ela? Eu quero saber o que você acha como irmão dela”.

            Zephyr perguntou a opinião de Weed como se ele não estivesse realmente curioso.

            “O namorado de Yurin…”

            Weed pensou por um momento e, em seguida, respondeu:

            “Ele tem de ser um cara gentil, alguém que realmente cuide de minha irmã”.

            “É isso mesmo, não é?”

            Weed obteve o seu conhecimento sobre como cuidar de uma garota ao tomar conta da sua irmã. Yurin ainda era jovem, mas esse era um período importante na vida dela, onde ela podia seguir em frente no mundo. Ela podia encontrar um homem ou estabelecer objetivos para a vida dela. Se ela quisesse estudar no exterior, então ela deveria ir.

            Viver por um sonho, um amor, experimentar o sucesso, a falha, lamentar ou rememorar o passado, é sobre isso que a vida se trata.

            “Mesmo se eles brigarem como um casal, um homem que usa a violência não é bom”.

            “Hahahah, é claro, é claro”.

            “Quando eles estiverem em um encontro, ele não pode sequer deixar que uma gota de água caia sobre a mão dela”. (NT = Nota barafael: a frase em inglês é “When they’re dating he can’t even let one drop or water touch her hand”; é uma frase mal formulada que não deixa claro o significado, mas acho que o Weed está se referindo a água da chuva, no sentido de proteger a sua irmã da chuva, se tiverem outra interpretação deixem nos comentários)

            “…..”

            “Se eu achar uma marca de água, este será o dia em que eu matarei ele”.

            “…..”

            Esse era o coração do irmão que não queria que sua irmã sofresse nem um pouco.

            No mar, a amiga de Hwaryeong, Bellotte e as outras garotas tornaram-se extremamente mais próximas e estavam conversando juntas. Elas se banharam na luz do sol e descansaram ao redor do convés para compartilhar histórias.

            “Eu tenho certeza que deve ter sido assustador quando Weed embarcou no navio fantasma sozinho”.

            Surka imaginou a cena em sua mente. A tempestade teria estado furiosa, o céu coberto em escuridão e estaria chovendo implacavelmente. O navio fantasma estaria coberto em algas marinhas e quebrado em muitos lugares.

            “Ele embarcou sozinho em um navio repleto de marinheiros mortos-vivos! É realmente assustador, você sabe”.

            A maioria das mulheres simpatizava com o que Surka estava dizendo. Seria como uma cena de um filme de terror, mas provavelmente pior. Nos fóruns de Royal Road, havia postagens de usuários dizendo que eles viram um navio fantasma passando por eles.

            Outras postagens falavam a respeito do navio fantasma que passou silenciosamente por eles, com marinheiros mortos-vivos sem pernas ou braços, os quais trariam um grito para as gargantas dos espectadores se seus olhos se encontrassem.

            Para embarcar em um navio fantasma a noite e sozinho… seria exigida uma quantidade incrível de coragem.

            Hwaryeong mostrou a sua língua e disse:

            “Basicamente, ao invés de vítima em um filme de terror, Weed é…”

            Irene terminou a afirmação:

            “…Mais como um monstro de um filme de terror”.

            Weed era assustador pelo fato de ter tido a capacidade de explorar o navio fantasma e a sua tripulação. Naquele momento, eles puderam ouvir a habilidade Lion Roar (NT = Nota barafael: Rugido de Leão) de Weed:

            “É hora de trabalhar!”

            Enquanto se estivesse no mar qualquer um pensaria que não haveria nada para fazer além de descansar, mas isso seria um grande engano.

            Haveria apenas um momento de tempo livre, quando o sol nascesse a partir do Leste. Tirando o referido período, todos se espalhariam no convés para deixar os marinheiros mortos-vivos fazerem seus trabalhos.

            Os marinheiros baixaram as redes ao lado do navio.

            “Você poderia dizer que o mar é o armazém da natureza, não há necessidade de comprar comida”.

            Os peixes precisavam ser capturados para as refeições. Quando a ordem de Weed emergiu, os marinheiros mortos-vivos moveram-se freneticamente para realizarem seus trabalhos.

            Quando Weed estava no comando dos orcs, elfos negros ou mortos-vivos, ele era um comandante forte que transbordava de carisma. Todavia, mesmo os monstros terríveis e Weed tinham algo do qual eles realmente temiam.

            Algo que Weed nunca pôde esquecer em sua vida foi o senhorio, o S-E-N-H-O-R-I-O (NT = Nota barafael: o proprietário dos imóveis/locador para o qual Weed tinha que pagar o aluguel).

            ‘Kuhuk!’

            Quando ele vivia de aluguel mensal, a sua boca ficava seca de ansiedade.

            Estes eram os momentos em que ele tomava cuidado para ver se o senhorio estava em casa ou não. Mesmo se as paredes estivessem cobertas com bolores, a caldeira estivesse quebrada ou as lâmpadas queimadas, nenhuma palavra de protesto seria pronunciada.

            O senhorio também não falava muito:

            “Você desocupará a casa?”

            Por alguma razão, depois de comprar a sua casa, ele teve um pesadelo que não poderia se tornar realidade. No sonho, depois de comprar a casa, o antigo senhorio vinha ao seu encontro.

            “Já que você se mudou para uma casa melhor, pague mais 20.000 won (NT = Nota barafael: U$ 18,00 – cotação de agosto de 2016) por mês!”.

            Mesmo no sonho, Weed suplicou:

            “Só mais alguns dias… Há um dinheiro que está para vir, mas eu não o recebi ainda. Eu pagarei adequadamente em dia no próximo mês”.

            O único ser que poderia deixar Weed dócil, sem dúvida alguma, era um senhorio.

            Weed inspecionou o mar azul escuro a partir do convés. As ilhas que podiam ser vistas a olho nu aumentaram e navios mercantes e outras embarcações à vela podiam ser vistas passando por ele.

            “De qualquer forma, nós chegamos no Mar Neria!”

            Mesmo com o peso dos Geomchis, o navio fantasma lento e pouco seguro, os marinheiros mortos-vivos que eram fracos no mar e outras influências negativas, eles chegaram próximos de seu destino, ainda que por pouco.

            Quando um golfinho, que era o símbolo de sorte, aparecia, mesmo o navio fantasma tornava-se muito mais veloz. Ele era uma embarcação que até mesmo fazia os golfinhos passarem por ela a toda velocidade, em um momento. Por mais que fosse chamado de ‘a calamidade do mar’, quando velejado ele não era nada além de um barco ridiculamente lento.

            “Neste ritmo, se nós quisermos sair para os confins do oceano, provavelmente levará dois… não… três meses!”

            Depois de chegarem no Mar Neria eles perceberam a seriedade do problema. Mesmo um navio com uma vela podia se mover a uma velocidade mais rápida do que a do navio fantasma.

            Já que os marinheiros mortos-vivos não comiam eles estavam bem, mas para alimentar todos os Geomchis pescar era necessário. Se os peixes não pudessem ser capturados em alguns dias, se tornaria uma situação onde todos morreriam de fome. Houve momentos em que eles atracaram e exploraram ilhas à procura de comida e água.

            Outro problema era Weed ser um capitão novato na navegação marítima. Com a habilidade em ferraria o navio podia ser reparado e esculturas podiam ser esculpidas, mas não havia habilidades de navegação. Já que Weed não podia obter uma compreensão sobre a direção para a qual ele deveria estar se dirigindo, coisas como o navio fantasma se dirigindo para a direção errada ou sendo pego na corrente oceânica, aconteciam frequentemente.

            “Bem, já que parece que nós chegaremos na Ilha de Ipia em 2 ou 3 horas, eu acho que deveria me preparar. Convocar Death Knight (NT = Nota barafael: Cavaleiros das Trevas) Van Hawk!”

            “Você me chamou, mestre?”

            “Eu tenho algo para você fazer, me siga”.

            Weed desceu até o estoque do navio e ocupou as suas mãos.

            “Bebida, bebida!”.

            Os peixes que foram capturados com a habilidade de pescaria estavam friamente armazenados. Weed estava alimentando vigorosamente os peixes na água.

            **Gurururuk**

            O Death Knight Van Hawk atualmente era ágil com suas mãos e podia alimentar os peixes. A razão para isto era que um peixe que estivesse pesado e roliço vendia melhor.

            A Ilha de Ipia era uma atração conhecida para se passar as férias. A praia estava lotada com usuários que aproveitavam as ondas e o sol.

            “Algumas vezes, você precisa deste tipo de descanso”.

            “Isto é o paraíso”.

            As pessoas desfrutavam do descanso como se elas estivessem no céu.

            A Ilha de Ipia era uma das oito ilhas no Continente de Versalhes conhecidas por suas belezas, de modo que ela estava cheia de turistas durante o ano todo. As hospedagens à beira-mar, que pareciam como se tivessem saído direto de uma pintura, bem como a comida atraente, eram alguns de seus pontos principais que continuavam trazendo os turistas.

            O brilho do sol e o mar fresco!

            Dar um mergulho no mar, relaxar sob o sol, tomar um banho de areia (NT = Nota barafael: acredito que eles se refiram a se enterrar na areia, mas preferi traduzir literalmente as palavras “sand bath”) e finalmente ter um churrasco em grupo, tomando cerveja à noite. Estas atividades contribuíam para um dia agradável, motivo pelo qual as pessoas que estavam cansadas do trabalho repetitivo nas masmorras visitavam a Ilha de Ipia.

            Subitamente, grandes veleiros apareceram próximos à Ilha de Ipia!

            Os veleiros pareciam tão decrépitos e incapazes de navegar, que era difícil de acreditar que a frota de 7 embarcações ainda flutuava!

            A maioria das embarcações marítimas tem figureheads (NT = Nota barafael: Figuras de proa, são esculturas/figuras decorativas geralmente talhadas em madeira, tendo desaparecido com o surgimento das embarcações de aço e ferro da Primeira Guerra Mundial, são usadas como símbolo de sorte – http://www.projetomemoria.org/2009/10/figuras-de-proa/) para evitar tempestades e desastres em alto mar, tais como a estátua de Freya, golfinhos e representações de espíritos do mar.

            As embarcações que tinham acabado de aparecer tinham uma estátua de um olho, um braço e uma perna de pirata.

            A frota de Navios Fantasmas liderada por Weed havia chego na Ilha de Ipia. A ilha estava localizada próxima a borda do Mar Neria, onde ele se encontrava o vasto oceano, de modo que havia muitos aventureiros e comerciantes no local. Demorava muito tempo para os navios chegarem à ilha, depois que ela aparecia no horizonte.

            **Kuhiiing, Kwazizizick**

            A razão era devido ao contato com as algas marinhas e com o recife, o que desacelerava os navios. O navio fantasma abaixou as suas velas, desceu a sua âncora e, em seguida, o grupo de Weed embarcou em um barco a remo para aportar.

***

            “Vendendo todos os tipos de peixe: ponta de mackerel, cutlass, salmão e atum! Você menciona o peixe e eu o tenho! É uma chance que você não quer perder! Eles estão muito frescos, por isso tem um gosto bom! Eu também estou vendendo camarão e moluscos, muito barato!”

            Era uma chance de negócio que Weed não poderia perder. Ele pescou um monte de peixes a partir dos doze dias em alto mar, enquanto estava elevando a sua habilidade em pescaria.

            “Oppa (NT = Nota barafael: maneira amigável de se dirigir a um homem mais velho, se você for uma mulher), aquela pessoa é um Lich?”

            “Eu acho que ele é… Wow, um Lich verdadeiro… Mesmo um Lich vende itens agora”.

            Weed era alguém que lucrava, até mesmo a partir do uso de sua aparência. Havia um monte de pessoas de boa aparência que vinham para a ilha, mas nenhuma delas chamou tanta atenção a partir da curiosidade. Weed estendeu o seu crânio esquelético com orgulho.

            ‘Eu sabia que este dia chegaria, onde eu chamaria atenção com o meu rosto. Era em razão das outras pessoas que minha aparência não se destacava’. (NT = Nota barafael: “…..”)

            Zephyr tinha uma aparência atraente, até mesmo a partir de uma perspectiva masculina e Pale tinha um senso de moda decente. Desde que Weed associou-se com os Geomchis ele ficou alienado em relação as mulheres.

            Na realidade, se as garotas que caçavam com ele fossem excluídas, como a Surka, Irene, aquelas introduzidas por Mapan/Hwaryeong, bem como aquelas cuja relação era ambígua tal como Seoyoon, ele não seria de todo popular com as mulheres.

            ‘De fato, um homem deveria apresentar-se como ele deseja. Tudo o que ele precisa é de confiança’.

            Weed ria conforme ele vendia os peixes. Entretanto, as mãos das usuárias do sexo feminino foram em direção de suas armas.

            As pessoas cujas classes eram sacerdotais viram Weed, o morto-vivo Lich, e pensaram:

            ‘Experiência!’

            ‘Ele realmente derrubará itens?’

            Para aqueles que possuíam classes sacerdotais, caçar mortos-vivos dava muito mais experiência, fama e fé. Desta forma, mesmo as sacerdotisas reuniram-se em torno de Weed.

            Todo mundo estava formigando para desembainhar suas espadas, mas o Lich parecia ser um usuário humano e não um monstro, então todos eles hesitaram. A razão era que se o nome deles ficasse da cor vermelha (NT = Nota barafael: marca do assassino), eles seriam mortos sem dúvida alguma.

            “Nós apenas temos 2 sardinhas sobrando. As sardinhas frescas, saborosas e nutritivas foram pescadas a partir de um mar a nordeste. Você pode fritá-las, cozê-las, assá-las, adicioná-las em uma sopa ou comê-las cru já que elas estão frescas. Preço especial de apenas 23 moedas de prata cada uma, se você comprar as duas elas poderão ser suas por apenas 44 moedas de prata!”

            Se você comprar, você sentirá como se fosse uma pechincha, caso contrário parece que você se arrependerá. Esta era a sensação que Weed trazia com as suas habilidades de negociação.

            Depois de vender todos os peixes, Weed caminhou pelas ruas da ilha.

            ‘É provavelmente a primeira vez que um Lich já entrou em uma cidade’.

            Weed tinha a confiança em seu orgulho de ser o primeiro, mas os guardas da ilha lhe deram olhares como se ele fosse um criminoso.

            As pessoas ficaram chocadas ao ver um morto-vivo. Como aqueles que usam magia proibida, os necromantes são evitados em todos os reinos no continente. Um Lich é considerado uma categoria mais elevada do que um necromante e, como tal, Weed foi tratado da mesma forma. Os usuários sussurravam entre si e ficaram atônitos.

“Ele deve ser um mago com um nível realmente elevado”.

“Essa é uma segunda profissão de um Necromante ou até mesmo uma terceira?”

            Weed passou por tais usuários em silêncio para manter a sua estatura como um Lich. A única coisa deixada por Weed, à medida que ele passava, era o cheiro fétido de carne podre e de peixe. (NT = Nota barafael: kkkkkkk, nessas horas tem as suas desvantagens conseguir sentir cheiro em um jogo virtual)

***

            Pale e os outros tinham visitado muitos locais destinados às férias anteriormente. A razão era que eles não estavam obcecados com caçadas nem em elevar os níveis de suas habilidades tal como Weed.

            “Eu acho que este lugar foi um dos melhores lugares que eu já visitei. Eu ouvi falar que passar o verão na Ilha de Ipia era excelente e eles estavam corretos”.

            Surka disse invejosamente.

            Quão agradável seria passar uma semana na Ilha de Ipia? O mar estava repleto de corais e a ilha tinha uma montanha pequena, que estava cheia de palmeiras. A visão não podia ser mais maravilhosa.

            “Tão legal”.

            Até Romuna ficou impressionada com a vista da Ilha de Ipia. Você poderia experimentar muitas coisas agradáveis no jogo, as quais você não podia ver ou fazer na vida real. Isso fazia com que muitas pessoas ficassem viciadas em Royal Road.

            Você poderia ter paz e tranquilidade infinitas, mas isso também poderia ser perigoso, pois você podia se aventurar, ir caçar, se tornar íntimo de outras pessoas e ser capturado na teia de atrações de Royal Road.

            Olhando para Morata, a quantidade de usuários aumentou e eles estavam se tornando mais felizes. Cada vez que Morata era mencionada, Hwaryeong sorria brilhantemente e dizia:

            “Eu acho que Weed sempre respeitou seu povo e os jogadores iniciantes, diferente dos outros lordes”. (NT = Nota barafael: tem limite para ser cega por amor Hwaryeong)

            Aqueles que conheciam o verdadeiro caráter de Weed, como Mapan e Pale, podiam apenas ficar em silêncio.

            ‘Por que é que nós conhecemos o mesmo Weed… e ainda assim a visão de Hwaryeong é tão diferente da nossa?’

            ‘Isso é o que eu chamo de ser ‘completamente cega’, visto que ver o ‘lado bom’ dele por si só será difícil para convencer de outra forma’.

            Bellotte deu uma sugestão:

            “Que tal nós darmos uma caminhada na praia?”

            “Combinado”.

            “Vamos lá”.

            A praia da Ilha de Ipia era um dos locais mais populares dela. Vir para a Ilha de Ipia e não dar uma caminhada na praia era impensável. Havia muitos usuários em roupas de banho e outros que tinham roupas simples de couro. As pessoas estavam pegando um bronzeado, tomando banho de sol na areia, tendo um descanso relaxante ou até mesmo saltando para dentro do mar para desfrutar da água. Em tal visão pitoresca, uma multidão podia ser vista se reunindo.

            Os Geomchis, cujos músculos eram como os de fisiculturistas, vieram e estavam nadando ou deitados na areia. Isso quebrou o orgulho de todos os homens na praia que estavam mostrando seus corpos.

***

            Weed entrou na Guilda de Navegação Marítima. A guilda era usada por jogadores que possuíam navios/barcos, por comerciantes, pescadores ou por aqueles cujo sustento estava no mar.

            Como as outras guildas, ela tinha um instrutor e um Centro de Treinamentos para ensinar as habilidades essenciais. A guilda ensinava habilidades como, por exemplo, derrubar uma âncora, o que fazer em uma tempestade, como controlar as velas e outras habilidades necessárias.

            Quando Weed veio se arrastando, o instrutor não ficou surpreso.

            “Você veio aqui para aprender habilidades de navegação?”

            “Sim”.

            “O que você quer aprender?”

            “Eu quero aprender qualquer coisa que ajude a acelerar uma viagem”.

            “Você é muito ganancioso. Você tem as qualificações?”

            “É claro”.

            Weed respondeu confiantemente, pois a habilidade de navegação era aprendida, na maioria das vezes, ao trabalhar o corpo de forma árdua.

            “Então me siga!”

            A Guilda de Navegação Marítima era maior do que as outras guildas. Weed seguiu os ensinamentos do instrutor de como remar, controlar as velas e outras habilidades. Para viajar rápido no mar o vento tinha que ser usado efetivamente.

            Desta forma, a habilidade de controlar as velas era essencial. Todos os marinheiros fantasmas e o primeiro imediato Nick não sabiam como controlar as velas.

            O navio fantasma era uma embarcação que viajava lentamente em direção ao seu destino. Já que ele seguia a desgraça, Weed tinha que aprender a habilidade para usar as velas efetivamente.

            “Um navio reage diferentemente dependendo da direção da corrente oceânica. Se você quiser navegar para os confins do mar, você tem que usar as correntes e saber quando virar rapidamente o leme. Evitar os bancos de areia e os animais marinhos é uma habilidade necessária”.

            Weed seguiu as instruções e aprendeu a virar o leme em um navio pequeno. Toda vez que Weed virava o leme, o barco lentamente mudava para a direção na qual ele queria ir.

            “Você sabe como nadar? Se você cair no mar e não puder nadar você morre”.

            O instrutor empurrou Weed para dentro da água e ele praticou a natação. Weed era um especialista em nado cachorrinho. No local chamado reservatório, Weed poliu a sua arte de nadar cachorrinho, mesmo durante as tempestades.

            “É uma forma de nadar estranha, mas é rápida e efetiva. Mesmo se você viajar e cair no mar você não morrerá a partir disso. Com este tanto eu direi que você está qualificado para aprender a habilidade de navegação”.

            **Trring!**

Você aprendeu a Habilidade de Navegação.

Habilidade de Navegação:

Habilidade associada à viagem.

Habilidade geral para utilizar um navio em um mar ou rio.

À medida que o nível da habilidade sobe, a proficiência em lidar com navios aumenta e a embarcação recebe um bônus de velocidade de movimento.

As chances de encontrar tempestades ou granizos diminui.

Longas viagens, descobertas extraordinárias ou navegação sob um vento prejudicial aumentam a velocidade da melhora do nível da habilidade.

No nível intermediário da habilidade, o descontentamento dos marinheiros pode ser reprimido e evita que a lealdade caia, então ela é útil para longas viagens.

Nível Atual:

Iniciante 1.

Características:

O navio recebe um aumento de 3% na velocidade.

Diminui a chance de encontrar tempestades em 1,5%.

Você ganhou 4 pontos de estamina por adquirir esta habilidade!

Você ganhou 6 pontos de liderança por adquirir esta habilidade!

Você ganhou 3 pontos de agilidade por adquirir esta habilidade!

Você ganhou 9 pontos de sorte por adquirir esta habilidade!

            A habilidade de navegação era tão útil que era quase essencial para os usuários que iniciassem em ilhas ou em cidades costeiras. Mesmo se eles não viajassem para o mar com frequência, você poderia elevar vários atributos com esta habilidade.

            “Você também quer aprender a habilidade Chart Reading (NT = Nota barafael: leitura de mapas)?”

            “Ela é necessária para viajar pelos mares, você quer aprende-la?”

            Weed aprendeu como ler mapas náuticos. Ela era uma habilidade para descobrir a posição de um navio a partir de uma bússola e a velocidade do mesmo através de um cálculo.

            Durante uma viagem, se uma descoberta especial é encontrada ou se é formada uma afeição com formas de vida marinhas, um aumento na habilidade informa o seu ponto de localização (NT = Nota barafael: tanto a localização dos tesouros/formas de vida marinhas, quanto do barco em um mapa). Contudo, é claro que o nível da habilidade tem de ser maior do que o iniciante para que isso seja possível.

            Ao aprender a habilidade Weed ganhou 3 pontos nos atributos sabedoria e inteligência.

            “Se você quiser aprender a habilidade shipbuilding (NT = Nota barafael: construção naval) eu lhe ensinarei. Com sua habilidade de artesanato você poderia aprende-la a qualquer hora que você quiser”.

            “Eu aprenderei ela”.

            Ao adquirir a habilidade, alguns pontos de estatísticas foram ganhos. Quanto mais melhor, este era o ditado quando se tratava de habilidades.

            A habilidade shipbuilding podia ser elevada ao construir pequenos botes usando madeira. Já que Weed tinha um nível avançado na habilidade de artesanato, era uma boa habilidade a ser aprendida.

            Para os barcos navegando em alto mar, o principal assunto é a funcionalidade. Seguindo isso, Weed ouviu o instrutor narrar suas experiências sobre a construção naval. Depois de adquirir a habilidade shipbuilding, Weed ganhou 5 pontos em estamina, força e resistência.

            Mesmo que Weed fosse praticamente um Jack of All Trades (NT = Nota barafael: pau para toda obra/faz tudo), ele não tinha a confiança para elevar a habilidade shipbuilding para o nível intermediário ou avançado.

            ‘Leva muito tempo para construir um barco’.

            Também havia a limitação de apenas ser capaz de construir e vender um barco próximo do mar/região costeira.

            ‘Neste aspecto, um escultor é muito melhor’.

            Weed encontrou um lado positivo em esculpir.

***

            Caçar, caçar e caçar mais ainda!

            Seoyoon matou todos os monstros que a atacaram e pegou os itens. Como esperado de um berserker, quanto mais monstros existirem mais fortes eles ficam. Seoyoon era o tipo de pessoa que mergulhava diretamente dentro de uma masmorra, não importando quão perigosa ela fosse. Ela limpou sozinha o Valley of Echoes (NT = Nota barafael: Vale dos Ecos), o Spirit Ridge (NT = Nota barafael: Cume dos Espíritos) e o Cactus Gorge (NT = Nota barafael: Desfiladeiro de Cactus). No Norte ela foi a primeira pessoa a descobrir as áreas de caça, então ela recebeu muita fama, experiência e itens.

            Em áreas repletas de monstros de nível elevado, Seoyoon caçava dentro de masmorras e concluía missões.

“Minha cerva filhote fugiu de casa. Se você tiver tempo, você pode encontrá-la?”

            Era o pedido para que Seoyoon encontrasse um cervo perto de um riacho.

            Seoyoon nunca falou em Royal Road exceto por aquela vez em que ela enviou um pedido de amizade para Weed. Ao não falar, ela ganhou uma certa habilidade.

Habilidade Soul Conversation (NT = Nota barafael: Conversa/Comunicação com a Alma):

Pode conversar com animais, monstros, espíritos e seres lendários.

A habilidade não é apenas afetada pelo nível, mas também é muito afetada pela proximidade, carisma e charme.

Pode enviar saudações simples, mas não pode conversar com monstros que foram caçados.

            Seoyoon recebia missões de monstros e animais (NT = Nota barafael: kkk então quem estava pedindo para ela encontrar a “cerva” não era um humano, mas sim a mãe da cerva filhote). As missões para ela não ocorriam em cidades, mas em lugares distantes tais como a nascente de uma montanha.

            Apenas por causa do pedido realizado por aquele cervo, Seoyoon limpou inúmeras masmorras para encontrar a cerva filhote.

            Felizmente, a cerva filhote foi salva por Seoyoon antes de quase ter se tornado alimento.

“Minha mãe lhe enviou? Obrigada. Já que você foi capaz de me salvar, você deve ser muito habilidosa”.

            A cerva filhote deu para Seoyoon uma informação valiosa em retorno ao salvamento.

“Há um colar com pedras preciosas que os humanos realmente gostam e ele foi jogado fora lá naquela floresta. Se ninguém o pegou ele provavelmente ainda está lá. Eu quero ver aquele colar novamente e minha mãe também gostaria de vê-lo”. 

            Seoyoon conseguiu uma missão relacionada a um tesouro! Ela foi na direção da floresta que tinha o colar.

            O Valley of Death (NT = Nota barafael: Vale da Morte). O lugar onde Seoyoon estava não era muito longe do lugar onde ela e Weed haviam arduamente viajado juntos.

            ‘Ele estava doente… eu fiz mingau de arroz para ele. Eu me pergunto se ele tinha um bom gosto’.

            Naquele momento Seoyoon exibiu grande coragem, visto que foi a primeira vez que ela cozinhou para alguém e pessoalmente o alimentou. Ela estava tremendo muito a partir do nervosismo, tanto que ela sequer temperou o mingau apropriadamente (NT = Nota barafael: coitada, então foi por isso que estava tão ruim; eu até me espantei com o fato de que Weed gostou muito dos sushis dela sendo que o mingau tinha ficado tão ruim, então foi por isso). Ela apenas se concentrou em alimentar Weed cuidadosamente.

            O mingau estava salgado, picante e amargo!

            Para Seoyoon, aquele momento se tornou uma memória reconfortante.

            ‘Eu era feliz naquele tempo’.

            Quando ela tinha viajado com Weed, ela não se sentia sozinha e às vezes ela tinha que se segurar para não rir.

            ‘Havia aquela escultura na caverna’.

            Ela se lembrou de ver Weed esculpindo um casal apaixonado que cuidava um do outro no frio extremo. Visto que ela podia encontrar com Weed na faculdade, ela não sentia saudades dele.

            ‘Eu tenho que ser forte o suficiente para apoiá-lo’.

            Ela não queria ver Weed ser morto por um monstro.

            Todos os dias Seoyoon percorria territórios de caça. Ela despendeu muito mais tempo caçando monstros e foi convidada por um vampiro para ir até Todeum. Quando o lorde vampiro Tori foi convocado por Weed no Valley of Death, Seoyoon estava lá com ele.

            “Linda dama, você pode visitar Todeum a qualquer hora”.

            Tori deu uma rosa para Seoyoon enquanto Weed não estava observando e convidou ela. O lorde vampiro Tori era um vampiro de mente muito simples, de modo que sempre que ele via mulheres bonitas ele tentava ficar íntimo delas ao dizer:

            “Linda dama, por acaso você já pensou em se tornar uma vampira?”

            **Triing!**

A classe secreta ‘vampiro’ foi destravada, você quer se tornar uma vampira?

Quando você muda para uma raça diferente as capacidades especiais da raça podem ser usadas.

Porém, a penalidade por morrer é três vezes a quantidade normal de experiência e habilidade.

Há restrições nos equipamentos que um vampiro pode usar.

As capacidades físicas da raça dos vampiros são incomparavelmente maiores do que as de um guerreiro e eles têm grande vitalidade e capacidade de batalha, além de conseguirem usar magia.

Enquanto você for uma vampira você pode ser promovida para uma Vampire Queen (NT = Nota barafael: Rainha Vampira) ou a uma Vampire Lady (NT = Nota barafael: Dama Vampira; no inglês fala em Vampire Lord, mas o feminino de Lord é Lady).

Porém, se você for morta 7 vezes ou se uma estaca de prata for cravada em seu coração, você retornará a ser uma humana.

            Sem quaisquer dúvidas Seoyoon recusou. Ela, que desconfiava de pessoas suspeitas, não queria que seu pescoço fosse mordido por Tori. Quando ela deixou Todeum, o Reino dos Vampiros, Tori seguiu ela.

            “Com certeza, eu encontrei uma boa mestra”.

            Seoyoon era incomparável a Weed em seu tratamento em relação a Tori. Ela não repreendia ou batia nele.

            Já que Tori estava caçando junto com a bela Seoyoon, não poderia haver nada que pudesse torna-lo mais feliz. Mesmo os vampiros de puro sangue liderados por Tori caçaram com Seoyoon e elevaram seus níveis (NT = Nota barafael: kkkkkk então o Tori achou uma nova mestra).

_________________________________________________________________

Tradutor: Gabriel

Revisão/Adaptação: barafael

Formatação: barafael

Edição: barafael

Fonte da tradução: http://royalroadweed.blogspot.com.br/2014/11/volume-19-chapter-1.html

_________________________________________________________________

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

38 comentários sobre “LMS – Volume 19, Capítulo 1: O Capitão do Navio Fantasma

  1. Me pergunto que cara o Weed vai fazer quando souber que o Tori virou um PET da Seoyoon por conta própria sem ela precisar fazer nada, além do seu personagem natural de dandere silenciosa… kkkk
    Obrigado pelo cap >w<

    Curtido por 2 pessoas

  2. facil, weed vai espancar ele ate ele reconhecer o verdadeiromestre, e depois que ele espancar ele vai espancar mais pra ele nao esquecer, e depois que ele espancar ele vai espancar mais por ele ter esquecido pela primeira vez. e assim o precesso continua ate ele nao ter mais duvidas kkkkk simples.

    Curtido por 1 pessoa

      • pior, vou ter que concordar que o tori virando pet da seoyoon, o weed nao vai poder tocar nele quando ela estiver por perto…..
        mas ainda vai ficar aquele sentimento de te pego na esquina com o tori e com certeza o de ela vai querer me tirar tudo por parte do weed
        kkkkkk

        Curtido por 2 pessoas

      • Quando ela deixou Todeum, o Reino dos Vampiros, Tori seguiu ela. diz claramente que ele seguiu ela, ela nao bateu ou fez nada contra por que pra ela tanto faz, desde que ele nao seja uma ameaça, nao diz clarmente que ela aceitou ele como pet, e ainda mostra que ela nao confia nele, o que é mostrado na oportunidade de mudança de classe secreta
        “Sem quaisquer dúvidas Seoyoon recusou. Ela, que desconfiava de pessoas suspeitas, não queria que seu pescoço fosse mordido por Tori.”
        a relação deles é unilateral por parte do tori… entao a possibilidade de espancamentos ainda é possivel asuahsuahsuahs

        Curtido por 2 pessoas

  3. muito obrigado pelo cap!!! fico sempre ansioso nos dias q sai LMS shuashuahsa
    no NT10: no inicio eu pensei na chuva tb mas depois d pensar um pouco eu acredito q seja algo como ela ter molhado a mão enxugando lagrimas,acho q teria mais sentido assim:/ mas n tenho certeza nenhuma meu inglês n é bom =((

    Curtido por 1 pessoa

  4. Eu acho que o Vampire Lord não deviria ser traduzido para Vampire Lady. Apesar de ser um feminino, Lady desde a época medieval sempre foi o conceito de “Esposa do Lorde, aquela que não tem influência, é uma propriedade do lorde”, acho que esse Vampire Lord significa que, diferente das Vampire Queen, ela não é a esposa de um lorde vampiro, mas uma lorde vampiresa ela própria, que ela própria detém a influência do cargo “Lorde”. Por isso acho que foi intencional não traduzir esse lorde, e até certo ponto, concordo com isso.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Voltando a ler depois de acumular um pouco.

    Não me desapontou em nada, Seoyoon e Tori vai dar oq falar e deixar o Weed 10000% P-U-T-O (se já não deixou até o capitulo 9 desse volume)

    Curtido por 1 pessoa

    • Sim, mas o trato deles é que ele libertaria o Tori se ele os levasse para Todium, a cidade dos vampiros e foi isso que ocorreu. Mas relaxa, ele ainda vai se encontrar com o Tori alguns capítulos mais para frente kkkk.

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s