LMS – Volume 18, Capítulo 2: A Jornada de um Homem

Segue mais um capítulo.

Qualquer erro de digitação/português/tradução avisem nos comentários para que eu possa corrigir.

Como sempre recomendo a leitura em .pdf, que está mais organizada.

Versão em .pdf1: [LMSNovelBR] Volume 18 – Capítulo 2 – A Jornada de um Homem (nota integrada)

Versão em .pdf2: [LMSNovelBR] Volume 18 – Capítulo 2 – A Jornada de um Homem (nota rodapé)

Segue o capítulo abaixo:

——————————————–

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

capa v18c02

Volume 18

CAPÍTULO 2 – A Jornada de um Homem

            Ahn Hyundo (NT = Nota barafael: Geomchi) disse:

            “Quem virá com o mais jovem?”

            Ahn Hyundo estava tentando conseguir alguém para ir.

            Quando ele era jovem, ele tinha perambulado através de muitos países. Ele tinha gasto muito de sua vida viajando através de países estrangeiros.

            A atmosfera da reunião estava muito boa em razão dos Geomchis estarem conhecendo mulheres em Royal Road. O mestre sabia, mas eles se mantiveram em silêncio.

            No progresso do domínio da espada, eles tinham viajado por toda parte para aprender a respeito do mundo. Era desvantajoso ser o primeiro a falar, de modo que eles permaneceram em silêncio.

            Eles apenas permaneceram em suas posições, sentados, com seus tórax fortes e ombros largos, e ficaram olhando uns para os outros como se eles estivessem implorando para que alguém tomasse a iniciativa.

            Ahn Hyundo olhou dentro dos olhos de cada um dos instrutores.

            Chung II Hoon (NT = Nota barafael: Geomchi2) parecia ser uma pessoa estoica (NT = Nota barafael: pessoa rígida com seus princípios; ou que se mostra conformado com o sofrimento), mas ele tinha qualidades generosas e benevolentes. Ele era extremamente competente e era o melhor discípulo para desenvolver ainda mais o dojo.

            ‘Se ele for, então a quantidade de trabalho aumentará por aqui’.

            Ahn Hyundo pensou que era uma ideia melhor deixar os instrutores para ensinar no dojo. Ele não queria deslocá-los e desperdiçar o precioso tempo que era necessário para operar o dojo.

            Ahn Hyundo também queria ver a mulher que ele havia conhecido recentemente em Royal Road e ir para a praia novamente.

            ‘Não deveria ser ele também’.

            Ele rapidamente decidiu contra a ida do quarto instrutor.

            Roi Lee (NT = Nota barafael: Geomchi5) era o mais jovem dos instrutores e tinha muitas realizações proeminentes no caminho da espada.

            A realidade virtual de Royal Road era como o esperado, ela tinha aquilo que eles estavam procurando a fim de avaliar o seu desenvolvimento: a complacência para lutar, os sentimentos de fraqueza dentro de si próprios, ou o ato de aprender o caminho da espada. Eles tinham vivido pela espada e o mundo de Royal Road era formidável.

            Um mundo de magia!

            Um momento de descuido conduzirá a um ataque surpresa a partir de uma horda de monstros à noite.

            Eles podiam enfrentar um número de desafios em Royal Road e reviver em pouco tempo depois de sofrer o desespero do fracasso. Era um lugar onde eles podiam treinar suas determinações através do grande esforço.

            ‘Sang Beom (NT = Nota barafael: Geomchi4) tem muito a fazer’.

            Ma Sang Beom passava a maior parte de seu tempo treinando os outros praticantes, de modo que o levar seria um grande obstáculo para o dojo.

            “Choe Jongbeom”. (NT = Nota barafael: Geomchi3)

            “Sim, mestre!”

            “Desta vez você conduzirá o mais jovem”. (NT = Nota barafael: para quem ainda não se tocou eles estão discutindo sobre o treinamento na vida real que eles darão ao mais jovem, Lee Hyun, conforme mencionado em capítulos passados – não lembro o número exato)

            “Okay”.

            Isso concluiu a discussão no dojo.

            A missão foi confiada a um dos Geomchis.

***

            “As passagens aéreas já foram obtidas e o resto será fornecido no local. Isso deveria ser o suficiente para a viagem”.

            “Quando eu começo?”

            “Amanhã”.

            “O que eu deveria dizer para o mais jovem?”

            “Não há necessidade de lhe dizer a verdade, apenas seja moderado e fale que será na Ilha Jeju”. (NT = Nota barafael: é a maior ilha fora da costa da Península da Coreia; ela possui atividade vulcânica – https://en.wikipedia.org/wiki/Jejudo)

            “Eu estou indo”.

***

            O Departamento de Realidade Virtual era famoso pelos desafios que eles emitiam todos os anos durante as férias. Lee Hyun não estava ciente deste fato, pois estava ocupado com as provas finais do semestre para a sua disciplina acadêmica. Ele resolveu os problemas furiosamente:

            ‘Esta é a terceira vez. Isso é um problema… o tema da tese sobre Royal Road que foi escrito por um professor’.

            Além do tema, ele sequer se lembrava do nome do professor.

            Muitos professores da Universidade da Coreia tinham publicado artigos sobre a Unicorn Corporation, mas aquilo que importava não eram os nomes, mas sim os conteúdos. As pessoas que podiam lembrar destas partes poderiam resolver facilmente o problema.

            ‘Eu não sei este. Foram três vezes, com as outras duas, que eu não pude responder’.

            Ele não gastou muito tempo respondendo. Sua resposta era muito curta e ela só explicava com precisão tanto quanto fosse necessário.

            Lee Hyun pensou consigo mesmo:

          ‘Eu não fiz quaisquer das atribuições, mas eu tenho uma boa frequência escolar. Não será tão ruim já que eu impressionei os professores durante o M.T. (NT = Nota barafael: Membership Training), então eu não levarei um F neste curso!’

            Satisfatório o suficiente para não receber uma advertência acadêmica. O plano era o mesmo se a nota fosse ruim, enquanto não fosse um ‘F’ ele não precisaria repetir o curso.

            ‘Eu apenas preciso me graduar’.

            Este era o propósito que o estava colocando em uma situação difícil!

            Lee Hyun resolveu as perguntas da prova dentro do tempo limite. Era o último teste da disciplina e, em seguida, haveria as férias.

            Para os estudantes, as férias de verão tinham mais de dois meses de duração.

            ‘Neste período, eu apenas farei uma única coisa!’

            Ele iria jogar Royal Road seriamente para subir de nível.

            Lee Hyun colocou seus materiais dentro de sua mochila barata e, em seguida, o professor Ju Jong Hoon e seu assistente entraram pela porta aberta da sala de aula.

            O assistente estava trazendo um monte de equipamentos, a maioria dos quais eram câmeras de vídeo digitais. Eles eram equipamentos utilizados para filmar cenas para guardar como um filme!

            Com o desenvolvimento dos dispositivos de mídia digital, a memória poderia gravar até dez dias de filmagem.

            O professor Ju Jong Hoon andou até o palanque e disse:

            “É o momento para o dever de casa das férias de verão deste ano”.

            Os estudantes pareciam pretenciosos já que eles almejavam as férias de verão depois dos testes finais.

            “Oh, que incômodo….”

            “Outro desafio? Será um desafio sobre algumas fórmulas matemáticas complexas, ou algo como lançar algum tipo de motor usando física?”

            Diversos estudantes começaram a proclamar suas preocupações.

            Lee Hyun começou a se preocupar.

            ‘Um desafio inesperado apareceu’.

            Ele não fazia quaisquer tarefas que eram para a classe. Contudo, esta tarefa parecia ser extraordinariamente diferente das demais.

            O professor Ju Jong Hoon começou a demonstrar como usar a filmadora.

            “Vocês sabem que a fim de criar uma realidade virtual ideal vocês precisam saber o que é viver na realidade, certo? O desafio deste ano é gravar com as filmadoras como são suas vidas durante as férias. Vocês podem ir até uma piscina, achar um emprego de meio período ou viajar, qualquer coisa está boa. Tenham certeza de gravar com suas filmadoras durante as suas férias”.

            “…..”

            A sala de conferência tornou-se mortalmente silenciosa.

            Lee Hyun percebeu depois de alguns momentos.

            ‘Vocês realmente não se importam?’

            Os estudantes começaram a adivinhar o que o professor Ju Jong Hoon estava sugerindo.

            “Para que vocês conheçam mais uns aos outros, o departamento decidiu que este desafio de férias de verão devia ser exigido neste momento. A matrícula das aulas para as suas disciplinas será cancelada se vocês não completarem a tarefa”.

            A fim de se graduar com segurança, este desafio tinha de ser concluído! Era uma tarefa muito, muito difícil.

            Exceto ir ao dojo para manter a sua força física, Lee Hyun não pensava em fazer mais nada fora de Royal Road.

            As pessoas ao redor dele rapidamente começaram a falar umas com as outras.

            “Minha família está planejando ir até a Phuket (NT = Nota barafael: é uma ilha na Tailândia, muito famosa e bonita por sinal: https://pt.wikipedia.org/wiki/Phuket_(prov%C3%ADncia)) … então eu poderia gravar lá”.

            “Nós estamos planejando ir ao Resort Aquático ao Sul para descansar”.

            “Eu estava planejando ter aulas como modelo, então eu poderia tê-las lá”.

            Os estudantes já estavam planejando como eles iriam passar as suas férias de verão. Como um estudante universitário de primeiro ano, aos 20 anos de idade, eles não poderiam passar as suas primeiras férias de verão pobremente.

            Era o momento para as tão aguardadas férias!

***

            Weed sentia-se como um pintinho que seria frito.

            “A pausa pela qual eu estava esperando finalmente está aqui”.

            Ele não precisava de quaisquer férias extravagantes. Ele estava indo passar seu tempo no Continente de Versalhes para aumentar o seu nível e as proficiências em suas habilidades, enquanto estivesse explorando a região.

            “Eu estava indo restaurar o resto do selo…”

            A fim de reparar o Selo Imperial de Arpen ele precisava aumentar as suas habilidades. Ele precisava criar obras-primas e deliberadamente destruí-las para que ele pudesse repará-las. Era uma habilidade difícil de se treinar, visto que ela exigia uma memória precisa e destreza!

            Weed tinha que dedicar o seu tempo para criar peças belas.

            “Eu tenho que gradualmente quebra-las e conserta-las pouco a pouco”.

            A habilidade Restore Sculpture (NT = Nota barafael: Restauração Escultural) era considerada uma habilidade secundária. Mesmo que ela fosse incômoda, o nível dela cresceria rapidamente. O objetivo de Weed era atingir o nível intermediário.

            “Até lá eu deveria ser capaz de reparar o Selo de Arpen, mas…”

            Weed tinha uma sensação de inquietação em seu peito e não pôde se concentrar em seu trabalho de reparação das esculturas. Já que ela era uma missão da igreja sobre o artefato perdido, havia uma pequena chance de outras pessoas a arruinarem. Ele havia tentado reparar o artefato outrora e não funcionou.

            “Ontem, na cidade, quando eu estava no ônibus havia um cara lá que estava raspando um bilhete de loteria? É claro que não, era um sujeito no banheiro com um paletó abotoado com a palavra ‘despedido’ projetada sobre ele…”

            Então, ele subitamente teve uma boa ideia!

            “Parando para pensar nisso, está quase na hora da proteção da Igreja de Freya acabar, não está?”

            Já que seriam poucos anos de proteção, era supostamente para sentir que duraria muito tempo, mas eram apenas 4 meses na vida real.

            “Eu terei que dar uma olhada…. estatísticas militares”.

            Weed abriu uma janela de informação.

Forças Armadas da Província de Morata:

Cavaleiros Iniciantes:

10 Nível Médio: 219

Soldados:

1.187 Nível Médio: 45
Lealdade:

98%

Treinamento:

79%

O nível dos cavaleiros está muito baixo. Disciplina rigorosa é necessária para manter os cavaleiros, evitando que eles partam. 

Os soldados de Morata têm uma lealdade elevada, mas com a exceção de poucos soldados, o nível deles é miserável e devem procurar a ajuda da polícia e dos vigilantes.

Não há siege weapons (NT = Nota barafael: armas de cerco).

As muralhas da cidade estão em perfeitas condições.

O período prometido de proteção da Igreja de Freya termina em cinco dias.

            Em apenas mais cinco dias, a proteção da Igreja de Freya expiraria. Em razão da sua contribuição pública, Weed era capaz de se encontrar com Alveron.

            “Eu gostaria de me encontrar com Sua Santidade, o candidato a Papa”.

            Havia momentos que pediam pelo devido respeito. Weed tinha uma intimidade significante com Alveron a partir das missões que ele tinha concluído. Para ele, Alveron era como um amigo. Porém, era em razão de sua contribuição pública à Igreja de Freya que eles podiam se encontrar.

            “E pensar que Weed-nim procuraria um sacerdote como eu. O que eu posso fazer por você?”

            “Esta é Morata, não é? O lugar onde Alveron e eu salvamos as pessoas ao derrotar os vampiros, correto?”

            Isso era uma boa coisa. Sob o pretexto de sofrerem juntos durante uma missão, a intimidade deles aumentaria.

            “A Deus Freya deixou a sua marca invisível sobre a Província de Morata, um sinal luminoso de esperança que traz prosperidade e paz para o território, não deixou? Para Morata, a Deusa Freya é a Deusa da Esperança”.

            “Weed-nim, eu estou muito grato por você pensar desta forma”.

            “Isso é um pouco incômodo de dizer, então deixe-me falar diretamente. Por favor, estenda a proteção da Igreja de Freya sobre Morata”.

            Weed queria falar um pouco mais. Contudo, Alveron falou antes que ele pudesse:

            “Entretanto a cidade não está no Sul, está? Mesmo para mim, o candidato a Papa Alveron, a distância para Morata é enorme…” (NT = Nota barafael: A frase está meio difícil de entender, mas isso foi o máximo que eu pude fazer com a versão americana, que era: “However this is not in the South is it not? Even as the Pope Candidate Alveron, the distance to Morata is too great…”; melhor que isso só criando tudo do zero, basicamente Alveron quer dizer que ele estará se dirigindo para o Sul para proteger os necessitados e ficaria distante para ele manter a sua influência sobre Morata)

            Weed não podia evitar de tentar mais uma vez:

            “Nós lutamos e derramamos sangue juntos, não lutamos?”

            Laços de Sangue.

            “A Igreja de Freya tem muito a ensinar sobre a vida”.

            Ensinamentos.

            A República da Coreia tinha uma tradição em prolongar as coisas, então Weed usou o ensinamento como uma desculpa! Especialmente, já que o excessivamente honesto Alveron, nunca aceitaria ser corrompido.

            “Me desculpe. A Deusa Freya mais do que gostaria de ajudar. Contudo, há pessoas que estão sofrendo em outros lugares, enfrentando situações mais difíceis, de modo que os cavaleiros e sacerdotes devem partir na data prometida”.

            Eles tinham comido juntos como amigos, mas era como se Weed tivesse pedido para Alveron ir comprar arroz sem dar a ele qualquer dinheiro e este, por sua vez, havia recusado, uma situação inevitável.

            “Para manter a proteção de Freya em Morata por um período mais longo, custaria as conquistas que você tem com a Igreja”.

            Dependendo do nível da contribuição pública, ele poderia conseguir equipamentos ou tesouros raros. Weed sentiu que era um desperdício, mas era o seu último recurso. Morata tinha um alto desenvolvimento, mas as forças armadas estavam muito fracas. Ela não tinha soldados e cavaleiros suficientes para lutar uma batalha real. Alveron fez o sinal da cruz e se curvou.

            “Não haverá problema se for Weed-nim, já que ele tem se devotado tanto à Igreja de Freya, mas haverá alguma dificuldade mesmo se eu pedir. Por quanto mais tempo você deseja que a proteção da Igreja de Freya seja estendida?”

            Ttiring!

Pontos de contribuição pública

13.390

com a Igreja de Freya:

Para a proteção da Igreja de Freya, 110 pontos de contribuição pública são consumidor por dia.

 

            Ele não poderia evitar de usar uma grande quantidade de pontos de contribuição pública para ter o envio da enorme força de clérigos e paladinos da Igreja de Freya para Morata.

            Os olhos de Weed começaram a umedecer. Ele tinha planejado usar aqueles pontos de contribuição pública para comprar armas e armaduras de nível elevado da Igreja.

            “Alveron, eu desejaria a Igreja de Freya por tanto tempo quanto fosse possível… para me proteger”.

            Ele precisava comprar a proteção!

            “Você deseja que a Igreja de Freya proteja a Província de Morata usando seus pontos de contribuição pública?”

            “Uhhh. Sim”.

            “Os templários permanecerão por outros 120 dias, mas já que é Weed-nim quem está me pedindo pessoalmente eu pedirei a eles por um adicional de 30 dias”.

            Alveron deu a ele um bônus de cortesia de mais 30 dias!

            Weed abraçou Alveron e disse:

            “Meu irmão!”

            A Igreja de Freya manterá afastadas as outras forças militares.

            Porém, a hora estava se aproximando…

***

            Na manhã seguinte, Lee Hyun começou a se preparar e colocou a filmadora em sua mala.

            “Ilha Jeju… a ilha dos sonhos. O melhor resort! Eu não acredito que eu estou indo para a Ilha Jeju”.

            Ahn Hyundo tinha ligado para ele. Eles abriram um novo dojo na Ilha Jeju e Ahn Hyundo queria que ele fosse vê-lo. Essa era uma boa coisa para Lee Hyun.

            “Eu estava preocupado sobre o que eu deveria estar gravando durante as férias, mas pensar que seria a Ilha Jeju”.

            Ilha Jeju, mesmo quando comparado com o destino das outras pessoas, ela não ficaria aquém.

          A ilha tinha um meio ambiente natural, céu azul claro, as Montanhas Halla (NT = Nota barafael: https://caitlyndebeer.files.wordpress.com/2013/09/jeju-island-halla-mountain.jpg), cavalos e a praia, todos cenários os quais ele poderia gravar.

            “Isto é um sucesso. Nem todo mundo pode ir para a Ilha Jeju. É melhor eu ir pegar o meu passaporte”.

            Lee Hyun colocou o seu passaporte em sua mala.

            Ahn Hyundo disse que Lee Hyun precisava do passaporte dele para pegar um avião no aeroporto, de modo que ele tomou conta dos documentos escritos e fotografias para que ele pudesse ir para o dojo, localizado no além mar. Alguém geralmente desconfiaria quando pensasse a respeito disso, mas Lee Hyun não tinha a menor suspeita.

            A passagem aérea, hospedagem e refeições eram todas de graça!

            “Oppa, tome cuidado”.

            “Sim, eu terei certeza de trazer algumas lembranças”.

            A irmã dele foi se despedir de Lee Hyun no Aeroporto Internacional de Incheon.

            As comissárias de bordo estavam ocupadas correndo ao redor e mostrando aos estrangeiros onde as suas bagagens estavam.

            “De fato…”

            Era um mundo completamente novo para Lee Hyun. Ele veio trinta minutos mais cedo da hora marcada para Choe Jongbeom chegar.

            “Então, você está aqui”.

            “Sim, sahyung (NT = Nota barafael: irmão mais velho), eu vim mais cedo”.

            “Você tem o seu passaporte?”

            “Passaporte?”

            Lee Hyun ficou confuso.

            Ele não entendeu, já que o passaporte não era necessário a menos que alguém fosse partir da Coreia.

            “Você precisa de um passaporte para ir até a Ilha Jeju?”

            Choe Jongbeom respondeu rapidamente para ele:

            “Nós precisamos pegar um avião”.

            Lee Hyun apenas sabia grosseiramente o que era voar em um avião. Alguém saberia o que era se visse um drama ou um filme.

            “Entendo, então é diferente do transporte público como em um ônibus e eu não posso apenas entrar nele”.

            “Isto é um avião”.

            Lee Hyun e Choe Jongbeom não tinham muita bagagem exceto uma pequena mala. Lee Hyun checou as passagens que ele tinha e elas diziam: Cairo, Egito.

            “Sahyung!”

            “O que?”

            “Este avião está indo para o Cairo?”

            Lee Hyun tinha ouvido grosseiramente sobre o Egito outrora.

            “Este não é o avião que vai para o Sudeste da Ásia?”

            “…..”

            O olhar nos rostos dos outros passageiros foi inestimável.

            ‘Como ele não sabe?’

            ‘Ele sequer sabe onde o Egito é?’

            “Como você sabe, nós estamos indo para a Ilha Jeju”.

            “Exatamente”.

            “O avião direto para Ilha Jeju é caro”.

            “Então você está dizendo que… é como pegar um ônibus e parar no meio do percurso?”

            Isso soava muito absurdo para os outros passageiros que estavam no portão de embarque. Dizer que a Ilha Jeju era uma parada ao longo do caminho do Egito!

            Todavia, Choe Jongbeom parecia muito rude e tinha olhos intimidantes, de modo que ninguém teve a coragem de dizer a verdade. Então, Lee Hyun pegou o voo para o Cairo.

            Depois que o avião decolou, uma comissária de bordo começou a andar ao redor e distribuir comidas e bebidas. Elas simplesmente passaram pelo local onde Lee Hyun e Choe Jongbeom estavam. Tão logo eles entraram no avião, eles caíram em um sono profundo. Os dois atravessaram o mar da Ásia Central e estavam se dirigindo ao Cairo.

***

            Aeroporto do Cairo.

            O verão era quente na Coreia, mas ele era incomparável no Egito. O ar quente e o sol escaldante faziam com que o suor escorresse em suas testas.

            Não havia vestígios de que o local era um aeroporto na Coreia já que havia apenas egípcios vestindo turbantes. Ele não era estúpido o suficiente para acreditar que lá era a Ilha Jeju.

            “Sahyung! Eu acho que este é o local errado”.

            Havia uma suspeita profunda nos olhos de Lee Hyun. Ele tinha adormecido no avião achando que ele estaria na Ilha Jeju quando acordasse.

            Então, junto com os outros estrangeiros, eles foram até o guichê de procedimentos de imigração.

            Choe Jongbeom disse:

            “Esta era apenas parte da verdade… É uma tradição do dojo que seus membros saiam para ver o mundo real”.

            “…..”

            “Nós deliberadamente planejamos esta viagem a muito tempo atrás”.

            E pensar que ele estaria em algum lugar como este. Do modo que foi explicado, ele não pôde ficar nervoso com Choe Jongbeom. Havia mais a aprender sobre a espada do que apenas a parte física. Cada célula no corpo tinha que estar viva a fim de empunhar a espada.

            Viajar para o exterior a fim de aprender apropriadamente o caminho da espada! Mesmo depois de partir na viagem, tirando os outros problemas, não havia arrependimentos.

            Além disso, era uma viagem ao exterior. Ele não tinha quaisquer chances de ver o mundo fora da Coreia.

            Lee Hyun perguntou para confirmar:

            “Isto é… de graça, certo?”

            “É claro que é de graça”.

            “Ufa”.

            Lee Hyun deixou sair um suspiro de alívio. Mesmo se fosse chato e incômodo, já que era de graça ele não podia ficar nervoso.

            “Tudo é de graça, então apenas relaxe e aprecie. Kuehahahahaha! É uma jornada e os outros estão pagando para você, aproveite!”

            “Onde nós iremos agora?”

            “Por enquanto, nós subiremos num helicóptero”.

            Um helicóptero estava esperando por eles no aeroporto do Cairo.

            Eles rasgaram o ar seco e as areias do Deserto do Saara, no Egito, para ver charmosos edifícios de tijolo e pedra.

***

            Norte da África.

            Dois jipes estavam prontos para Lee Hyun e Choe Jongbeom.

            O jipe não tinha teto e, ao invés disso, tinha uma tenda de couro que poderia ser aberta e fechada facilmente.

            “Mais jovem”.

            “Sim, sahyung?”

            “Você sabe como dirigir?”

            “Eu nunca dirigi antes, mas eu já pilotei uma moto um pouco…”

            Lee Hyun não tinha carteira de motorista, mas outrora ele tinha pilotado uma moto para entregar comida para um restaurante chinês.

            “Você tem uma carteira de motorista, sahyung?”

            “Não importa já que não há polícia de trânsito, apenas não bata em nada”.

            Choe Jongbeom jogou para ele as chaves do carro.

            “Vamos liga-lo”.

            Lee Hyun sentou no assento do motorista e colocou as chaves na ignição. O motor do carro começou a berrar. Um veículo off-road, com tração nas quatro rodas para atravessar o deserto!

            Kua aaaaaahhahahahahang!

            Mesmo que não parecesse muito, o jipe tinha um tremendo poder.

            O espaço atrás do assento do motorista estava preenchido com comida, água, óleo, uma tenda e outros materiais, bem como um almanaque sobre a África. Também havia caixas brancas de medicamentos empilhadas.

            “Bem, vamos começar!”

            Choe Jongbeom ligou o motor do seu jipe e saiu primeiro em direção ao deserto. Os pneus do carro começaram a projetar areia para cima.

            “Eu irei!”

            Lee Hyun bateu com força nos freios e o carro não se moveu corretamente!

            “O acelerador era o da esquerda ou da direita?”

            Lee Hyun liberou o seu pé e pisou no pedal do acelerador, à direita. O carro saltou e foi para frente.

            O deserto era um lugar fantástico para um motorista novato. Não havia pistas e você poderia estacionar em qualquer lugar que desejasse.

            Eles passaram por muitos montes de areia, escorpiões do deserto e até mesmo por um oásis. O vento se misturava com areia conforme os dois carros se avançavam lado a lado.

            Taaaaang!

            Dodododo.

            Grupos estavam montando cavalos e atirando com armas.

            Lee Hyun, que vinha dirigindo um jipe junto com Choe Jongbeom, perguntou através do transmissor a rádio:

“Sahyung, quem são eles?”

“Eles são ou bandidos ou a milícia”.

“Eles nos atacariam?”

“Está tudo bem. O dojo tem contatos neste lugar. Eles não atacarão descuidadamente um carro marcado”. (NT = Nota barafael: kkkkkk os Geomchis definitivamente são a máfia)

            O carro de Lee Hyun vinha decorado com uma bandeira pintada em vermelho.

            Os homens armados que estavam a cavalo não atacaram como Choe Jongbeom havia dito, mas eles chegaram mais perto.

            Os dois jipes viajaram ao longo do deserto e eles viram viajantes sobre camelos. Lee Hyun tirou a filmadora para gravar o passeio no carro. Casas foram construídas com barro e palha na primeira cidade onde ele encontrou com crianças magérrimas. As crianças tinham pele negra e estavam brincando com uma bola. Ele pôde sentir uma deficiência na vitalidade delas através de suas expressões!

            Lee Hyun e Choe Jongbeom foram ver o médico da aldeia para entregar livros e caixas de medicamentos.

            “Bom… assine aqui”.

            “…..”

            O médico os agradeceu quando recebeu os medicamentos.

            Uma velha dama passou pelo local e deu a eles um colar feito de madeira e pedra pela ajuda que eles proporcionaram.

            Lee Hyun perguntou:

            “Quando isto começou?”

            “O mestre veio a um passeio na África, cerca de 15 anos atrás”.

            “Quantas pessoas estas caixas de medicamentos protegerão?”

            “Cerca de 600 pessoas, talvez?”

            “Este tanto?”

            “Na Coreia, absolutamente quase todos os remédios vêm em um frasco, mas aqui há crianças morrendo por toda parte”.

            Lá na pequena tenda-hospital, havia crianças alinhadas. Todas as crianças na fila, que haviam recebido a vacina, gritaram agradecendo aos doutores.

            As crianças da cidade vizinha viriam para a vacinação e, em seguida, retornariam. Então, a segunda aldeia viria e, em seguida, a terceira.

            Na aldeia, os outros povoados recebiam hospitalidade à medida que eles compartilhavam os remédios.

            Havia pessoas de vigia à procura de intrusos, mas não havia muitos estrangeiros que vinham, já que por um longo tempo eles viveram sobre o alto de um penhasco.

            “Sahyung, as terras do deserto são muito severas”.

            “O terreno rochoso é muito quebradiço e é muito parecido com a areia do deserto do Saara. Não é muito em comparação com a largura de toda a região”.

            Choe Jongbeom sabia a respeito do mundo.

            A areia do deserto do Saara era diferente do esperado, já que era um mar interminável de areia. Porém, a terra estava coberta pela areia. Eles não afundariam muito já que havia cascalho e pedra por baixo da areia. Havia um monte de árvores de grande porte próximas e arbustos, bem como rochas do tamanho de casas à distância. Uma única visita deles à África poderia salvar centenas de vidas!

            Três dias depois que eles começaram, eles voltaram para dentro do deserto e foram escoltados pela milícia armada. Como os carros passavam sobre as colinas, ele olhou para o horizonte e, em seguida, seu corpo começou a tremer violentamente. À noite, a temperatura caía subitamente, então ele precisava de diversas roupas com camadas espessas.

            Lee Hyun colocou água para ferver em um pote enquanto ele ligava o fogareiro. Sob a luz da Via Láctea, ele bebeu um copo de café no deserto!

            “Algumas colheres de açúcar”.

            Lee Hyun ligou o rádio receptador do jipe para ouvi-lo.

            Havia um programa de entrevista em uma linguagem desconhecida e logo uma música começou a ser tocada. Ele tinha ouvido ela algumas vezes na Coreia, era a canção ‘Dialogue of Eyes’ (NT = Nota barafael: Diálogo dos Olhos) em inglês da cantora Jeong Hyo Lynn (NT = Nota barafael: Hwaryeong; é a primeira canção que ela lançou quando tinha 16 anos e que cantou junto de Lee Hyun no festival da universidade – vide capítulo 6, do volume 15).

_________________________________________________________________

Tradutor: barafael

Revisão/Adaptação: barafael

Formatação: barafael

Edição: barafael

Quality Check: Gabriel

Fonte da tradução: http://royalroadweed.blogspot.com.br/2014/11/volume-18-chapter-2.html

_________________________________________________________________

Capítulo Anterior  |  Próximo Capítulo

16 comentários sobre “LMS – Volume 18, Capítulo 2: A Jornada de um Homem

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s